Oferta formativa 2017/2018

  • Clique para saber mais...

Webmaster

Webmaster

quarta, 07 junho 2017 09:47

No dia 30 de maio, no período da manhã, alguns dos alunos com necessidades educativas especiais do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal voltaram a ter “Um Dia Diferente” como já vem acontecendo há vários anos consecutivos por esta altura do ano. Trata-se de uma atividade promovida pelo Destacamento Territorial da GNR de Santa Comba Dão, designada de “Direito à Diferença e à Inclusão”, desenvolvida nas instalações/marina do Montebelo  Aguieira Lake Resort – Mortágua.

            Os alunos foram acompanhados pelos respetivos docentes de educação especial, Anabela Gomes, António Gonçalves, Maria de Fátima Monteiro, Maria Conceição Veiga e Sílvia Alves, pela docente responsável pelo Desporto Escolar, Ana Carreira, pela assistente operacional, Fátima Caldeira e pela psicóloga, Sofia Costa, do Centro de Recursos para a Inclusão (CRI).  

Foi um dia diferente, porque todos os participantes puderam dar um magnífico passeio de barco, praticar canoagem, divertir-se num insuflável, conduzir karts e, até mesmo, dar um passeio de charrete puxada por dois belos cavalos. Estas atividades foram desenvolvidas ao longo de todo o dia e, além dos alunos do Agrupamento de Carregal do Sal, participaram, também, os alunos com necessidades educativas especiais dos Agrupamentos de Escolas de Mortágua, Santa Comba Dão e Cândido Figueiredo e Tomaz Ribeiro de Tondela. Participaram, ainda, as Instituições Particulares de Solidariedade Social: Vários, APPACDM de Vila Pouca – Santa Comba Dão, a ASSOL, o Pólo de Oliveira do Conde da APCV e o CAO (Centro de Atividades Ocupacionais) da Santa Casa da Misericórdia de Mortágua.

Este evento superou, uma vez mais, as expectativas de todos os participantes que demonstraram enorme alegria e satisfação nas várias atividades.

Os participantes agradecem à Câmara Municipal de Carregal do Sal, pela cedência do transporte, ao Destacamento Territorial da GNR de Santa Comba Dão, ao Resort Montebelo, à Corporação de Bombeiros de Mortágua e à Direção do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, por terem contribuído e possibilitado a concretização desta magnífica atividade, tornando o dia 30 de maio tão especial e deveras diferente!

 

Departamento de Educação Especial

30 de maio de 2017

terça, 06 junho 2017 14:48

Nos dias 2 e 3 de junho decorreu o campeonato regional de badminton do Desporto Escolar em Castelo Branco.

Após dois dias de competição marcada pela entrega, dedicação, trabalho e sofrimento dos nossos alunos, conquistámos os melhores resultados tanto do Agrupamento como na representação do distrito de Viseu, tendo alcançado os seguintes resultados:

1º Lugar

Ana Rita Andrade (Juvenis singulares femininos)
Ana Rita Andrade/ Raquel Ramos/ Diva Pereira e Inês Nunes (Juvenis Equipas)
Guilherme Marques / Bruno Figueiredo (Iniciados Pares Masculinos)

2º Lugar

Maria Patrícia (Iniciados singulares femininos)

3º Lugar

Maria Patrícia / Constança Lopes (Iniciados Pares Femininos)

4º Lugar

Carolina Marques / Guilherme Marques (Iniciados Pares Mistos)

5º Lugar

Rafael Salvador / Hélder Batista (Iniciados Pares Masculinos)

Os alunos que brilhantemente alcançaram o primeiro e segundo lugar, irão participar no campeonato nacional da modalidade, que se realizará de 28 de junho a 1 de julho em Lagoa, Algarve.

terça, 06 junho 2017 14:02

                A já tradicional atividade intitulada “Pensar Alto”, promovida pelo Clube de oralidade do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, orientado pela professora Carla Marques, subordinou-se este ano ao tema “Mas, para que é que isto me serve, afinal? Reflexões sobre a inutilidade”. A sessão pública teve lugar na Fundação Lapa do Lobo e contou com uma sala cheia que acompanhou com muito interesse as ideias apresentadas pelos alunos.

                Ao longo da noite, refletiu-se sobre o conceito de utilidade /inutilidade, que, numa perspectiva dicionarística, se relaciona estreitamente com a noção de proveito. Várias propostas orientaram-se no sentido de, em diversos planos, se afigurar importante que socialmente as práticas humanas não se reduzam ao excessivo pragmatismo. Os participantes reflectiram sobre várias causas/consequências associadas ao papel que a sociedade atribui a este conceito. Entre elas, referiu-se a sua importância decisiva na escolha de um curso, de uma profissão, ou nos resultados escolares, e no consequente abandono de uma orientação mais humanista, que parece cada vez mais relegada para segundo plano, se não mesmo esquecida. Analisou-se também a necessidade obsessiva de rotular tudo como útil ou inútil, o que conduz muitas vezes o Homem a deixar de lado atividades que o completam, tais como a leitura, o desporto, qualquer outra manifestação cultural ou simplesmente de lazer. Enfim, tudo o que se revelar pouco proveitoso do ponto de vista monetário. Para além destas reflexões nucleares, ainda se abordaram temas relacionados com a inutilidade de Deus, do dinheiro, do sistema de avaliação português, do preconceito, das decisões não partilhadas e da própria vida quando não orientada para a construção da realização pessoal e da felicidade.  Na sequência das ideias dominantes ao longo da sessão, propôs-se, assim, um novo conceito a introduzir no dicionário: «Útil: aquilo que traz felicidade ao Homem».

                Após um conjunto de profundas e diversificadas reflexões apresentadas por alunos do 10.º ao 12.º anos de escolaridade, ficou evidente que a promoção da capacidade de reflexão, exigida pelo “Pensar Alto”, é um contributo fundamental para o desenvolvimento da competência de pensar e de analisar as questões polémicas com que o ser humano constantemente se depara e ainda para a competência de defesa das ideias pessoais no espaço público, como forma de promoção ativa da cidadania.

Também assim se preparam os jovens para o sucesso, a responsabilidade e a realização pessoal. 

sexta, 02 junho 2017 14:56

No dia 26 de maio os alunos do 4.º ano de escolaridade da Escola Básica Nuno Álvares e Escola Básica Aristides Sousa Mendes realizaram a atividade “Educar a Pedalar”, dinamizada pela GNR - Destacamento Territorial de Santa Comba Dão (Secção de Programas Especiais), a qual contou com uma componente teórica (powerpoint) e outra prática concretizada nas ruas de Carregal do Sal e Cabanas de Viriato.

Esta atividade teve o intuito de implementar o respeito pela sinalização rodoviária e hábitos para circular em segurança na via pública, assegurando que cumprem os requisitos obrigatórios que promovam a segurança dos condutores de velocípedes.

A ação iniciou-se com uma exposição teórica onde foram apresentados conselhos de segurança na circulação de velocípedes na estrada.

Na parte prática da atividade, os alunos foram acompanhados por dois elementos do Destacamento Territorial de Santa Comba Dão pelas ruas das respetivas localidades, onde aplicaram as regras básicas de segurança rodoviária, conduzindo as suas bicicletas.

Esta atividade decorreu dentro do planeado, tendo os alunos aderido com entusiasmo à iniciativa de modo muito expressivo.

Um agradecimento aos elementos da GNR/Escola Segura.

sexta, 02 junho 2017 14:54

A história “Quem será o meu jantar”, apresentada pela equipa “Conquistadores”, foi uma das vencedoras da 8.ª edição do concurso “Conta-nos uma história”.

A equipa era constituída por nove alunas do 4.º ano, da Escola Básica Nuno Álvares, que frequentaram o Clube da Hora do Conto, durante o 2.º período, clube da responsabilidade da Biblioteca Escolar.

Foram submetidas a concurso 421 histórias, nas modalidades áudio e vídeo, tendo a história apresentada pelos alunos da Escola Básica Nuno Álvares obtido o 3.º lugar, na modalidade áudio, na categoria 3.º e 4.º anos.

Este concurso é uma iniciativa da Direção-Geral da Educação, do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares, do Plano Nacional de Leitura, em parceria com a Microsoft. Pretende fomentar a criação de projetos na Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo que incentivem a utilização das TIC, nomeadamente tecnologias de gravação digital de áudio e vídeo.

A cerimónia de entrega de prémios realiza-se no dia 28 de junho, na Maia

sexta, 02 junho 2017 14:52

No passado dia 7 de março decorreu a final distrital de iniciados e juvenis singulares de badminton na escola sede do nosso agrupamento, salientando-se a excelente prestação dos nossos alunos, das escolas EB A S Mendes e ES Carregal Sal, a saber:

1º Lugar

Maria Patrícia (Iniciados)
Ana Andrade (Juvenis)

2º Lugar

Constança Lopes e Gabriel Martins (Iniciados)
Raquel Ramos e João Marcelo (Juvenis)

3º Lugar

Carolina Marques e Júlio Marques (Iniciados)
Diva Pereira (Juvenis)

Decorreram ainda as finais distritais de badminton pares para iniciados e por equipas para juvenis, na Escola Secundária de Castro Daire no dia 3 de Abril, tendo os nossos alunos alcançados os seguintes resultados:

1º Lugar

Maria Patrícia / Constança Lopes (Iniciados Pares senhoras)
Guilherme Marques / Bruno Figueiredo (Iniciados Pares homens)
Carolina Marques / Guilherme Marques (Iniciados Pares Mistos)
Ana Andrade / Raquel Ramos / Diva Pereira / Inês Nunes e Cristiana Nunes (Juvenis Equipa)

2º Lugar

Carolina Marques / Alexandra Tomás (Iniciados Pares senhoras)
João Pereira / Bárbara Gomes (Iniciados Pares Mistos)
João Marcelo/ Tiago Canas/ Marco Ferreira/ Afonso Monteiro e Fábio Brito. (Juvenis Equipa)

Os alunos do nosso agrupamento irão representar o distrito de Viseu no Campeonato Regional de Badminton, em Castelo Branco nos dias 2 e 3 de Junho.

Desejamos boa sorte a todos os nossos alunos participantes.

quarta, 31 maio 2017 13:09

A educadora Cristina Lares e o seu grupo de crianças do ano letivo 2015/2016 participaram no projeto ibérico, intitulado "Novelos de Lendas e outras Rendas", na plataforma eTwinning. Este projeto contou com a participação de várias escolas portuguesas e espanholas. Teve como objetivo principal explorar e desenvolver atividades sobre as lendas existentes nas respetivas localidades/zonas. Pela sua qualidade e valor pedagógico foi-lhe atribuído o Selo de Qualidade Nacional eTwinning 2015/16 e a respetiva bandeira.

No dia 24 de maio a sessão solene contou com a presença de diversas individualidades locais convidadas: Rogério Abrantes, presidente da Câmara Municipal, José Sousa Batista, vice-presidente da Câmara Municipal, Ana Cristina Borges, vereadora da Ação Social, Jorge Gomes, presidente da Assembleia Municipal, António Pinto, presidente da Junta de Freguesia de Carregal do Sal, Acácio Bastos, presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Conde e Carlos Baptista, presidente da Junta de Freguesia de Beijós.

Após as intervenções protocolares do Diretor do Agrupamento de Escolas, Hermínio Marques e da educadora Cristina Lares, proponente da participação da escola no eTwinning, realizou-se a entrega dos certificados de participação às vinte e cinco crianças da turma distinguida, tendo procedido a esse ato os professores Aldina Carvalho, Carlos Martelo e Rui Fidalgo (adjuntos do Diretor do Agrupamento de Escolas). O professor Ricardo Seabra, presidente do Conselho Geral, entregou igual certificado à professora Goreti Fernandes, coordenadora da Escola Básica Nuno Álvares e a bandeira eTwinning à educadora Cristina Lares.

As crianças das seis salas da educação pré-escolar, respetivas educadoras e pessoal não docente estiveram presentes na cerimónia cantando duas canções, ensaiadas pela professora Ana Cláudia Campos e educadoras: Flores e Cores e o Hino à Alegria. Os alunos do primeiro ciclo e respetivos professores titulares também assistiram à cerimónia.

A educadora Cristina Lares agradeceu ainda a todos os intervenientes na organização e concretização deste evento: direção do Agrupamento de Escolas, coordenadora da Escola Básica Nuno Álvares e dos departamentos do pré-escolar e 1º CEB, pessoal docente e não docente.

O presidente da Câmara Municipal encerrou os discursos e hasteou a bandeira eTwinning conjuntamente com a coordenadora da Escola Básica Nuno Álvares ao som do Hino do Agrupamento.

No final foi servido um lanche no refeitório da Escola Básica Nuno Álvares aos convidados e pessoal docente e a todas as crianças foi oferecido um gelado (ambos oferta do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal).

sexta, 26 maio 2017 14:56
     Nos passados dias 16 e 19, a Escola Secundária de Carregal do Sal teve a honra de acolher a atividade “Experimento…Logo Aprendo” organizada pelos alunos do 12º ano da disciplina de Física. Esta atividade contou com a participação de pequenos cientistas do 4º ano da Escola Básica Aristides de Sousa Mendes e da Escola Básica Nuno Álvares para quem a atividade estava destinada.
 
     Em primeiro lugar este projeto tinha como grandes objetivos o desenvolvimento científico dos alunos e o gosto pela investigação, o desenvolvimento do pensamento crítico, dedutivo e criativo dos alunos e ainda o despertar do gosto pelas ciências nos alunos. Assim sendo, o grupo de alunos de alunos do 12º ano de física, que depois pode contar com a preciosa ajuda de alguns elementos da turma A do 11º ano, pesquisou e preparou aproximadamente 30 experiências que estavam divididas em 3 grandes grupos/salas: a sala escura, uma sala de química e uma sala de física.
 
      A sala escura continha maioritariamente experiências relacionadas com a luz, ótica e movimento de corpos, tais como a bola de plasma e a dispersão da luz além de outras cerca de 10 atividades. Esta sala contava com a ajuda dos alunos Ricardo Andrade, Juliana Assis, Maria Inês Bonifácio e André Pinto, que prepararam e escolheram também as experiências que lá se encontravam. Por outro lado, na sala de física, encontravam-se os alunos João Melo, João Henriques, Beatriz Carvalho e Sofia Matias prontos a incentivar os pequenos cientistas a porem a “mão na massa” em experiências como a Gosma, a Esferovite Louca e a pasta de dentes de elefante. No total a sala estava preparada com cerca de 10 experiências que envolviam também algumas experiências químicas e ilusões óticas. Por fim, na sala de química constavam 9 experiências que foram preparadas pelos alunos Tiago Sousa, Diogo Loureiro, Ana Rita Andrade e Bárbara Costa, entre as quais se encontravam o típico vulcão explosivo, uma das experiências que mais fascinaram os alunos do 4º ano, o Génio da Garrafa e a Cola Mágica. Os alunos puderam ainda visitar a sala dos reagentes e tomar consciência das principais regras de segurança dos laboratórios. 
 
     “Sempre fui apologista deste tipo de atividades, que tiram os alunos da sala de aula e os levam para o terreno, neste caso os laboratórios, e a ciência é uma ótima razão para o fazer, já que esta é uma área que a todos eles cativa.” Conta-nos Diogo Loureiro, um dos alunos do 12º que esteve presente na organização e na realização do evento. De facto, estamos submersos num sistema educativo que cada vez mais corta a liberdade de uma aprendizagem mais didática e mais interativa onde os próprios alunos aprendem experimentando. Por isso, esperamos que iniciativas como estas, que têm o seu principal pilar na partilha do conhecimento e o incentivo à descoberta e à investigação se tornem uma prática comum na escola à qual pertencemos e que esta sirva de exemplo a outras comunidades escolares.
 
     Por último, é de frisar novamente que todas as experiências apresentadas foram previamente e cuidadosamente organizadas pelos alunos que prepararam esta atividade e que, por outro lado, todas as crianças abandonaram a Escola Secundária de Carregal do Sal com um sorriso rasgado na cara, com aprendizagens de diversas áreas e com a certeza de que não se iriam esquecer daquele dia facilmente.
 
     Um agradecimento final e especial, por parte de toda a equipa que teve a honra de organizar este evento aos alunos Luís Borges, Clara Marques, Inês Pina e Diana Figueiredo por terem colaborado para o sucesso deste. Ainda um muito obrigada à professora Paula Cruz por nos transmitir o seu gosto pelas ciências, principalmente pela física e por nos impulsionar a querer transmitir também o nosso conhecimento e gosto pelas ciências aos mais novos esperando que, como nós cresçam motivados, dedicados e apaixonados pela descoberta do mundo que os rodeia, tornando-se jovens interessantes, proativos e distintos. É um verdadeiro prazer poder inspirar e servir de exemplo a futuros brilhantes alunos e cidadãos. 
Ana Rita Andrade 12º A
 
     "É muito gratificante quando se tem alunos empenhados, dedicados, interessados pela ciência e que o querem transmitir a alunos mais novos.  É de frisar que estes alunos dedicaram bastantes horas livres pessoais para poder preparar da melhor maneira as várias experiências que foram apresentadas aos alunos do 4º ano de escolaridade. Por isso, é de louvar a vontade e a proatividade destes estudantes visto que toda a atividade, desde a sua criação, ao seu planeamento, à sua realização foi feita de forma independente por eles."
Professora Paula Cruz, orientadora do projeto.