Oferta formativa 2017/2018

  • Clique para saber mais...

Webmaster

Webmaster

quarta, 05 abril 2017 13:33

 

De 27 a 31 de março, decorreu a Semana da Leitura, uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura, à qual aderiu o Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, este ano, subordinada ao tema “O prazer de ler”.

Em todos os estabelecimentos de ensino do agrupamento foram desenvolvidas ações de promoção da leitura, com a finalidade de festejar o prazer de ler, que envolveram  alunos, professores , assistentes operacionais , famílias e outros elementos da comunidade.

Entre outras, foram dinamizadas as seguintes atividades:

  • partilha de leituras entre alunos de turmas diferentes;
  • leitura de textos/histórias pelos pais e outros familiares das crianças e alunos;
  • venda solidária/sessão de autógrafos do livro Histórias da Ajudaris 2016;
  • montra de livros de literatura para adultos nas salas dos professores;
  • animação de recreios e espaços escolares com desfile de personagens e autores (caraterização de alunos);
  • exposição das capas dos livros preferidos de encarregados de educação dos alunos do 6.º ano;
  • leituras partilhadas pelas educadoras de infância;
  • apresentação de uma história colaborativa, criada pelas crianças da Educação Pré-escolar (ebook);
  • construção de árvores de histórias, pelas crianças da Educação Pré-escolar;
  • apresentação da história “As formiguinhas” pelas alunas do Clube da Hora do Conto da EBNA;
  • dramatização de um excerto da obra Ulisses pelos alunos do 6.ºC;
  • fase concelhia  do Concurso de Leitura Interconcelhio.

Esta iniciativa uniu bastantes elementos da comunidade educativa em torno do livro e da leitura o que demonstra que o agrupamento valoriza a importância da leitura no desenvolvimento pessoal e social do aluno.

quarta, 29 março 2017 13:44

No âmbito da temática “Moda”, os/as alunos/as da turma 8.ºD da Escola Básica Aristides de Sousa Mendes realizaram trabalhos sobre “Fashion Activism”, ativismo social recorrendo à moda. Os/as alunos/as escolheram uma causa social, tendo criado designs alusivos à problemática escolhida, com o intuito de alertar a comunidade educativa para a necessidade de encontrar uma solução para o problema. Foram várias as questões abordadas: poluição, igualdade de género, direitos humanos e dos animais, pedofilia, materialismo, trabalho infantil, reciclagem, desflorestação, tabaco, violência doméstica, guerra. Em sala de aula, os/as alunos/as apresentaram os seus trabalhos aos/às colegas, explicando os motivos que levaram à escolha do tema e a sua relação com o design criado.

quarta, 29 março 2017 13:42
Com intuito de conhecer melhor a oferta turística local os alunos do Curso Profissional de Turismo Ambiental e Rural realizaram, no passado dia 2 de março, uma visita às Casas do Lupo (Lapa do Lobo), Quinta do Pombal e Casas da Fraga (Beijós) no âmbito disciplinas de Técnicas de Turismo e Gestão, Ambiente e Desenvolvimento Rural e História e Cultura das Artes.
 
O acolhimento e hospitalidade dos locais visitados revelam os princípios de excelência e qualidade dos locais visitados.
A oferta local é diversificada no tipo de alojamento, nas atividades propostas e serviços oferecidos: passeios pedestres, leituras à lareira, horta comunitária, montar a cavalo, …
 
-- 
Carla Filipe
quarta, 29 março 2017 13:36
O amor foi o pretexto para a criação e dinamização de jogos e desafios que preencheram a sala de convívio da escola secundária do nosso agrupamento. A atividade foi dinamizada pelos alunos do curso profissional de turismo ambiental e rural no dia 13 e 14 de fevereiro de 2017.  
 
 
Carla Filipe
quarta, 22 março 2017 14:28

 

                Encontra-se concluída a fase distrital do Parlamento dos Jovens do Ensino Secundário 2016-2017. A sessão distrital realizou-se, ontem, no Auditório da Escola Superior de Tecnologias e Gestão, em Viseu, sob a orientação da Presidente da Mesa, Gabriela Rodrigues, aluna da ESCSal. A nossa escola foi representada pelas alunas eleitas deputadas, nesta fase do programa, a saber, a Ana Rita Andrade, Sofia Alexandre Cunha Marques e Margaria Costa. A ESCSal foi ainda representada por Luís Borges, na qualidade de jornalista.

                De entre 26 escolas participantes, o Projeto de Recomendação (medidas) ganhador foi o da Escola Secundária de São João da Pesqueira (31 votos) , sendo o do Agrupamento de Carregal de Sal o segundo mais votado (28 votos). Observe-se que  uma das alterações aprovadas pelos deputados, para o melhoramento do projeto, foi apresentada pela nossa ESCSal. As Escolas/deputados mais votados, para ida à Sessão nacional, na Assembleia da República, foram os alunos da Escola Secundária Latino Coelho de Lamego (21 votos), o Agrupamento de escolas de Carregal do Sal (17 votos), o Agrupamento de Escola de São João da Pesqueira (16 votos) e, por fim, a Escola Secundária de Moimenta da Beira (15 votos). Estas quatro escolas  seguem para a Sessão nacional que se realizará nos dias 8 e 9 de Maio, em Lisboa.

                Além disso, a lista da  ESCSal ganhou outro desafio do Programa ao conseguir a melhor votação com o tema por si proposto: a eutanásia. Este tema representará o distrito de Viseu e irá ser votado, na Sessão Nacional, durante o processo de seleção do tema para o próximo ano.

                Muitos parabéns à Gabriela Rodrigues,  que  proporcionou à sessão a qualidade e as condições para um verdadeiro debate público e democrático. Parabéns à Ana Rita Andrade, Margarida Costa e Sofia Marques, pela capacidade de intervenção argumentativa e qualidade de participação cívica e política. Estamos muito orgulhosos do vosso desempenho com a certeza de que na sessão nacional vão honrar, ainda mais, o nome da Escola Secundária de Carregal do Sal.

 Os parabéns são extensivos a todos os alunos participantes, Encarregados de Educação e órgãos do AECS.

Luís Borges e Professora Sónia Mesquita

quarta, 22 março 2017 14:23

      Encontra-se concluída a fase distrital do Parlamento dos Jovens do Ensino Básico 2016-2017.

     A sessão distrital realizou-se, hoje, no auditório multiusos de Nelas, com a presença das alunas eleitas deputadas à participação nesta fase do programa, a saber, a Ana Marta Ferreira e a Maria Sousa ambas do 9º D.

    O Projeto de Recomendação (medidas) ganhador foi o da Escola EB23 de Souselo (Cinfães) e a Escola/deputados mais votados, para ida à Sessão nacional, na Assembleia da República, foram os de Moimenta da Beira

     No entanto, a lista da EBASM ganhou um dos desafios do Programa ao conseguir a melhor votação com o tema por si proposto: Mulheres, Direitos Humanos e Igualdade de Género. Este tema representará o distrito de Viseu e irá ser votado, na Sessão Nacional, durante o processo de seleção do tema para o próximo ano. Estão de parabéns, extensivos a todos os alunos participantes, Encarregados de Educação e órgãos do AECS.

     Encerrou-se, para nós, mais um ano de Parlamento dos Jovens. Deixamos a todos os participantes um agradecimento e “Boa Continuação” em 2017-2018!

 

Helena Romão

quarta, 22 março 2017 14:20

No dia 20 de março o “Roteiro Cidadania em Portugal, um projeto da ANIMAR, Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local, em parceria com a Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, o Inatel e o Alto Comissariado para as Migrações, passou no nosso Agrupamento. Esta atividade teve o impulso da Câmara Municipal e foi organizada pelo Diretor, conjuntamente com a equipa UNESCO. Uma equipa de animação e uma carrinha, devidamente equipada com recursos lúdico-pedagógicos, dinamizaram atividades no âmbito do tema proposto pelo Agrupamento “Igualdade de Género”. O objetivo fundamental era pôr os alunos a pensar e a agir, a seu tempo, sobre as desigualdades, as discriminações e as violências que ainda persistem.

Na parte da manhã desenvolveram-se duas sessões destinadas aos alunos de 10º e 11ºanos, na Escola Secundária. A dinâmica da ação de sensibilização, extremamente envolvente e interativa, mobilizou a ativa participação dos alunos, as ideias fluíram e ficou o compromisso de agir localmente, no sentido de desconstruir os estereótipos e os preconceitos e alcançarmos uma sociedade mais justa e igualitária. A finalizar cada sessão, os alunos visitaram a carrinha da Cidadania onde lhes foi facultado material pedagógico para uma futura ação ao nível local.

As sessões da tarde foram dinamizadas na Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, para todas as turmas a partir do 4º ano e, também, mobilizaram o interesse dos alunos participantes. No recreio, verificou-se, por sugestão do Padre João Rodrigues, que faz parte da Fundação Aristides de Sousa Mendes e sócio fundador da ANIMAR, um ato simbólico da paz e da vida, através da plantação de duas oliveiras, oferecidas pelo “Valter Viveiros”, a quem a manifestamos o nosso agradecimento. De registar que o balanço da atividade é muito positivo, pela reflexão e aprendizagem proporcionada ao público-alvo. Fica a gratidão à Associação e às dinamizadoras da atividade.

 

Dores Fernandes e Aldina Mendes

segunda, 20 março 2017 10:37

A exposição “AMAR´te no Feminino” que se encontra no Museu Manuel Soares de Albergaria, a partir de 8 de março, dia em que se assinala o dia Internacional da mulher, é constituída por uma série de trabalhos, orientados pelas docentes Josefa Reis, Isabel Várzeas, Fátima Oliveira e Sandra Ferro, do grupo 600 do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, com a apresentação de trabalhos dos alunos do 3º ciclo, 12ºB Artes, CEF de Fotografia e conta, ainda, com a participação de Gustavo Gomes, do 10ºA. Os trabalhos realizados apresentam-se em várias técnicas artísticas, tais como ilustração, fotografia, colagem, decoupage, entre outras.

“O dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher. Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias, que recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a Women's Trade Union League. Esta associação tinha como principal objetivo ajudar todas as trabalhadoras a exigirem melhores condições de trabalho.

Em 1908, mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque: reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como o direito de voto. Caminhavam com o slogan "Pão e Rosas", em que o pão simbolizava a estabilidade económica e as rosas uma melhor qualidade de vida. Durante a segunda Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, realizada na Dinamarca, a famosa ativista dos direitos femininos, Clara Zetkin, propôs que o 8 de março fosse declarado como o Dia Internacional da Mulher.” ( http://lifestyle.sapo.pt/vida-e-carreira/em-foco/artigos/historia-dia-internacional-da-mulher).

A exposição “ AMAR´te no Feminino”, dinamizada em parceria com o Museu Manuel Soares de Albergaria, visa assinalar este dia no contexto da temática do projeto UNESCO, “Refugiados e Heróis, do Passado e do Presente”, em desenvolvimento este ano letivo no Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal. Torna-se imperativa esta partilha, que serve como um alertar de consciências, reforçando a luta pelos Direitos Humanos.

A Arte é um dos Direitos fundamentais da existência humana, berço que acolhe esta iniciativa. Assim, o título desta exposição, “AMAR´te no Feminino” pretende lembrar e homenagear a MULHER, em várias vertentes sociais, sendo que os intervenientes executaram um trabalho artístico alicerçado na reinterpretação da figura feminina, contemporânea ou não, interpretando de forma livre e orientando a escolha nos campos da Moda, da Arte, do Desporto, dos Direitos Humanos, na área Social, Cinema, Política entre outros, que depois fizeram acompanhar por uma breve biografia da personagem escolhida. Esta estará patente, no Museu Manuel Soares de Albergaria, até meados de Abril.

No átrio da Escola Secundária, também para Comemoração do Dia da Mulher, e integrando as atividades previstas no Projeto UNESCO, está patente uma exposição de trabalhos subordinada à temática “Tendências da Moda no Séc. XX”, realizados pelos alunos do Curso Profissional de Técnico de Massagem, Estética e Bem-Estar, no âmbito da Unidade de Formação “Ética e Deontologia nos Cuidados de Beleza”, sob a orientação da docente Dores Fernandes. Esta mostra apresenta a história da evolução do vestuário, penteados, assessórios e maquilhagem ao longo do último século, desde os loucos anos 20 à década de 80, passando pelos estilos irreverentes, como os góticos e punks. Esta exposição poderá ser visitada até meados do mês de março.

 

Texto: Josefa Reis e Dores Fernandes

Fotos: Josefa Reis

sexta, 17 março 2017 10:03

No passado dia 8 de março, realizou-se, na Escola Secundária de Carregal do Sal, uma sessão de sensibilização subordinada ao tema “Violência no Meio Escolar (Bullying/Ciberbullying)”. Esta ação foi dinamizada pelo Núcleo da Escola Segura do Destacamento da GNR de Santa Comba Dão, sendo dirigida aos alunos com currículo específico individual. Além dos alunos, também estiveram presentes os respetivos professores de Educação Especial, Alice Proença, António Gonçalves, Conceição Veiga, Maria de Fátima Monteiro, Yolanda Alves e Sílvia Alves e ainda a terapeuta da fala, Andreia Santos.

O Cabo Ricardo Sousa começou por apresentar um vídeo, a fim de clarificar, de uma forma simples e prática, o significado da palavra Bullying. Os participantes (alunos, professores e terapeuta) mantiveram-se atentos e interessados perante a explicação do agente que, de uma forma simples e acessível, chamou a atenção para os sinais de alerta da vítima, que podem ocorrer a nível social (ex.: isola-se, aparenta solidão, prefere a companhia dos adultos à dos colegas…), físico (ex.: perde o apetite de comer, queixa-se de que está doente, torna-se desastrado, apresenta lesões…) e emocional/comportamental (ex.: nervoso, ansioso, preocupado, inseguro, baixa autoconfiança/autoestima, mal-humorado, recusa ir à escola…). Falou--se do quão importante é que a vítima de bullying fale com os pais, irmãos e/ou com os professores. Os pais da vítima devem dirigir-se à escola do seu educando e comunicar o sucedido. Deve porém, evitar-se comportamentos que possam trazer medo à vítima e irritar o agressor.

Relativamente à expressão, cyberbullying, foi dada a explicação de que decorre da junção de cyber, relativo ao uso das novas tecnologias (ex: internet e telemóveis) e bullying. Os nossos alunos ficaram a saber que o cyberbullying ocorre, quando por exemplo, “…um adolescente se esconde atrás do anonimato da internet ou do telemóvel e intencionalmente: provoca, intimida, ameaça, atormenta, importuna, humilha, goza ou amedronta…”. O cabo Ricardo Sousa explicou que estas ofensas praticadas através destes meios são semelhantes às agressões físicas, são consideradas ilegais e os seus efeitos podem ser irrecuperáveis e persistir durante toda a vida da vítima. Assim, para nos protegermos deste perigo, devemos ter certos cuidados tais como: não partilhar os dados pessoais, não divulgar as passwords, não partilhar informações, fotografias e filmes desagradáveis, não responder a mensagens ou emails humilhantes e desprezíveis, não abrir emails suspeitos ou desconhecidos, ser bem-educado e civilizado quando se está online, bloquear as pessoas que praticam cyberbullying, consultar o Portal Bullying – http://www.portalbullying.com.pt, entre outros…

Para finalizar, os presentes foram levados à reflexão sobre os chavões:

“Não permitas que o bully (o agressor)te faça sentir infeliz e miserável. Denuncia!”

“Não faças aos outros o que não gostas, nem queres que te façam a ti. Dá o exemplo.”

 

 

Carregal do Sal, 14 de março de 2017

O Departamento de Educação Especial

sexta, 10 março 2017 10:24

No dia 1 de março, por volta das 20 horas, os alunos da disciplina de Espanhol dos 7º, 8º, 9º, 10º e 11º anos do nosso Agrupamento, num total de 79 alunos, partiram rumo a uma aventura inesquecível… a descoberta da cidade de Barcelona! Com uma longa viagem de autocarro pela frente, rumo à capital da Catalunha, a visita iniciou-se com a concentração de todos os participantes junto à Escola Secundária de Carregal do Sal. Após o cumprimento de algumas formalidades, o autocarro prosseguiu viagem de acordo com o horário estipulado. A animação foi uma constante durante quase todo o percurso (apesar de a certa altura o cansaço nos ter vencido).

À chegada a Barcelona, uma cidade cosmopolita repleta de arte, cultura e beleza, por volta das 11:00 horas, o grupo dirigiu-se ao castelo de Montjuic, símbolo da repressão e da luta da cidade catalã em diversas fases da história. A paisagem é arrebatora e ninguém ficou indiferente. De seguida, visitou-se o miradouro de Alcalde, onde se desfrutou da vista panorâmica de 180º para o mar e para os edifícios mais emblemáticos de Barcelona. Após o almoço, o grupo pôde apreciar a arte catalã através da visita ao Museu Nacional de Arte de Catalunha, com sede no Palácio Nacional situado na colina de Montjuïc. Este Museu abarca um amplo período histórico, desde o românico até meados do século XX. No final da tarde, rumou-se ao hotel, situado na periferia de Barcelona, mesmo em frente ao mar.

No dia seguinte, segundo dia em Barcelona, o grupo visitou o Parque Güell, na parte alta da cidade, um dos mais impressionantes projetos do arquiteto Antoni Gaudí, tendo sido declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 1984. O parque é repleto de passagens estreitas e sinuosas, de árvores e arbustos e ainda esculturas e mosaicos de cerâmica colorida. O grupo deslumbrou-se com a famosa fonte da salamandra (este animal é o símbolo de Barcelona e da Alquimia) toda decorada com cerâmica colorida, com a sala Hipóstila, o bonito sistema de pontes, o viaduto das Gardineiras e o viaduto do Algarrobo cujo parapeito imita uma onda (uma grande fonte de inspiração para Gaudí era o oceano) e de onde se tem uma vista maravilhosa da cidade. Mesmo na entrada principal do parque ficam duas casas, uma em frente à outra que parecem saídas de um conto de fadas. Em seguida,o grupodeslocou-se até ao Estádio Camp Nou, sede oficial do Futebol Clube de Barcelona, o terceiro maior estádio de futebol do mundo com capacidade para 110 mil pessoas. Aqui os ânimos elevaram-se e a maioria dos alunos regalou a vista durante o passeio no estádio e museu do Barcelona FC.

Após o almoço, visitamos o monumento mais emblemático da cidade, a Basílica da Sagrada Família, a obra inacabada de Gaudí, acompanhados por guias que detalhadamente explicaram cada pormenor da basílica. O interior da catedral é inspirado nas formas da natureza o que faz parecer aos visitantes que estão a passear por uma exuberante floresta de pedra. Fabulosa!Antes do regresso ao hotel, o grupo ainda assistiu ao espetáculo luminoso da Fonte Mágica de Montjuic, a maior fonte ornamental de Barcelona. Ficamos maravilhados com a espetacular exibição de cores, luzes, movimento, música e águas acrobáticas. Foi, sem dúvida, um momento de pura magia!

No sábado, último dia da visita de estudo, o grupo dirigiu-se ao centro da cidade de Barcelona para iniciar um percurso a pé pelo Passeio de Grácia, uma das mais famosas ruas de Barcelona. Possui impressionantes edifícios “modernistas”, lojas fascinantes tais como Prada, Gucci, Burberry, Dolce e Gabanna, entre outras, que enchem os olhos mesmo que não se tenha intenção de comprar nada…e restaurantes de excelente qualidade. Dscobrimos a “Manzana de la Discordia”, que compreende três das mais famosas composições arquitetónicas do modernismo catalão, projetadas por arquitetos rivais que produziram obras completamente distintas em estilo: a Casa Lleó Morera de Domènech i Montaner, a Casa Amatller, de Puig i Cadafalch e a Casa Batló de Antoni Gaudí, um edifício diferente de qualquer outro, com uma temática fascinante (inspirada na vida marinha). A alguns metros, a La Pedrera ou Casa Milá, um edifício com aspeto mais austero, também de Antoni Gaudí. Caminhámos até ao ponto mais central de Barcelona, a Praça da Catalunha, onde há fontes, esculturas e espaços verdes. A visita ao Palácio da Música Catalã foi o ponto de paragem seguinte. Este edifício foi projetado pelo arquiteto Domènech i Montaner e construído no início do século XX, sendo considerado uma pérola arquitetónica do modernismo catalão e classificado como Património Mundial da Humanidade. Ninguém conseguiu ficar indiferente a esta fantástica obra-prima da Arte Nova de Barcelona! De seguida, descemos as célebres Ramblas, onde visitámos o Mercado da Boqueria, um mercado de frutas, vegetais, especiarias, carnes, peixes, queijos e um sem fim de alimentos típicos da Catalunha e ainda produtos importados de outros países. Retomámos o passeio pelas Ramblas, uma enorme avenida apinhada de animação com pessoas a desfilar, onde assistimos a um desfile de grupos de percursão. Passámos pelo Mosaico de Miró e, para conhecer a antiga Barcelona, entrámos pelas ruas estreitas e escuras do Bairro Gótico para explorar fachadas de palácios e igrejas, uma espécie de viagem no tempo e de uma história de mais de 2 mil anos… Praça Real, espaço bonito e sossegado, ideal para uma breve paragem, Praça S. Jaume, calle del Bispo, até à Catedral de Barcelona, monumento grandioso que caracteriza bem a arquitetura gótica catalã. Tivemos ainda a sorte de ouvir uma orquestra a tocar frente à Catedral. Após horas a fio de uma longa caminhada, que começou cedo pela manhã no Passeio de Grácia, fomos, finalmente, jantar na marina de Barcelona – Port Vell, um local excelente para terminar em grande a nossa visita catalã. Por entre cafés, gelatarias e restaurantes com iguarias deliciosas, ainda deu tempo para vermos os grandes barcos e iates de Port Vell antes de voltarmos ao autocarro atravessando a Rambla del Mar até ao Monumento a Cristóvão Colombo.

Às 22:00 horas iniciamos a viagem de regresso a Portugal. Chegámos a Carregal do Sal no domingo, dia 05 de março, pelas 10:00 horas. Apesar de extremamente cansados, com uma enorme satisfação por termos visitado uma cidade realmente versátil e por termos partilhado momentos únicos que ficarão eternamente guardados nas memórias de cada um… Assim, as metas inicialmente delineadas, privilegiando o contacto com a língua e cultura catalã, foram alcançadas e a visita revelou ser uma experiência deveras enriquecedora para todos, sem exceção.

Acompanharam os discentes nesta aventura as professoras Dina Linhares, Maria João Marques, Ana Couto, Anabela Batista, Celina Madeira, Cristina Sousa e a psicóloga do Agrupamento Alexandra Gaudêncio.

Todos os alunos revelaram grande sentido de responsabilidade e uma adequada postura nas visitas realizadas bem como um espírito de entreajuda e camaradagem em todos os momentos.

 

Dina Linhares