Oferta formativa 2017/2018

  • Clique para saber mais...

Webmaster

Webmaster

sexta, 09 março 2018 11:31

     Realizou-se, no dia 6 de março, no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, a Sessão Distrital do Ensino Secundário do Programa Parlamento dos Jovens, abordando a temática “Igualdade de Género”.

     Nesta sessão, que contou com a participação de deputados de vinte e quatro escolas do distrito, Sofia Marques e Daniel Santos, alunos do 11º B na qualidade de deputados efectivos, eleitos na sessão escolar, acompanhados pelo aluno Luís Borges, do 12º A, deputado suplente e pela aluna Margarida Costa, do 11º B, na qualidade de Jornalista, tiveram uma prestação de enorme brilhantismo, competência e elevação democrática, na sessão plenária. Contribuíram assim para a aprovação, na generalidade, da sua proposta de recomendação com a maioria dos votos dos deputados da sessão distrital. Convém salientar ainda que será a proposta de recomendação da Escola Secundária de Carregal do Sal que representará o círculo eleitoral do distrito de Viseu, na sessão nacional. Este projeto foi votado na maioria pelos deputados de sessão distrital, tendo atingido um total de 34 votos. A sessão nacional realizar-se-á nos dias catorze e quinze de maio, na Assembleia da República.

     A aluna Sofia Marques e o aluno Daniel Santos foram também os deputados mais votados, num total de vinte e cinco escolas. A deputada Sofia Marques foi ainda eleita como porta-voz, representando o círculo eleitoral de Viseu na sessão nacional.

Parabéns pelo enorme feito!

 

O Coordenador do Parlamento dos Jovens do Ensino Secundário

José Manuel Abreu Carvalho

sexta, 09 março 2018 11:29

     Os alunos do Curso Profissional de Turismo Ambiental e Rural não hesitaram em aceitar o desafio, lançado pela docente da disciplina de História da Cultura e das Artes, de levar a cabo a atividade designada Escola em acção - Aldeia dos Direitos e dos Afetos, idealizada no âmbito do Projeto UNESCO – que consistia na animação dos utentes do Lar da Misericórdia de Carregal do Sal, através de canções tradicionais, seguindo-se uma coreografia de dança contemporânea. Esta iniciativa teve lugar na tarde do dia 2 de março, tendo como objetivos: desenvolver relações intergeracionais no contexto deatividades de animação dos utentes do Lar; valorizar o potencial criativo dos alunos; promover o diálogo intergeracional; criar laços entre as pessoas idosas e os adolescentes e potenciar o espírito de voluntariado.

       O desafio de os ensaiar foi logo aceite pela colega de Música, Ana Cláudia Campos, uma inestimável colaboração, sem a qual a iniciativa não teria alcançado o mesmo êxito. O docente deste grupo de formandos de Técnicas de Animação Turística, Henrique Jesus, também se associou à dinamização do evento. Para ambos uma palavra de apreço pela sua preciosa cooperação, assim como para a colega Júlia Abrantes, a qual com os acordes da sua guitarra, contribuiu para a preparação do grupo.

     Há momentos em que o exercício da profissão de professor nos enche a alma, este foi um deles. Foi um gosto enorme observar o olhar e os rostos alegres dos idosos, alguns acabaram por acompanhar o ritmo, cantando e batendo palmas. O abraço caloroso na despedida e o manifesto desejo de que haja outros momentos de alegria naquela Casa “para esquecer o passado e superar a solidão” são a prova de quão simples é levar carinho e alegria aos que precisam. Sem dúvida, o balanço é muito positivo, ficará seguramente na memória dos que o viveram. Fica a enorme gratidão ao grupo de alunos, à Direção Técnica da instituição e ao seu Provedor por permitirem a concretização desta atividade.

A Coordenadora do Projeto UNESCO

Dores Fernandes

quinta, 08 março 2018 10:51
 
     A exposição “ AMAR´te? Porque SIM”, dinamizada em parceria com o Museu Manuel Soares de Albergaria, em Carregal do Sal, visa assinalar O Dia Internacional da Mulher, e é constituída por uma série de trabalhos, orientados pela docente de Educação Visual Isabel Várzeas e Josefa Reis, executados pelos alunos das turmas do 7º e 8º ano do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal. 
São objectivos desta atividade levar os alunos a:
  • Desenvolver as capacidades de observação, reflexão e interpretação. 
  • Desenvolver as capacidades de representação, de expressão e de comunicação.
  • Promover métodos de trabalho individual e colaborativo, usando princípios de boa convivência e cidadania. 
  • Desenvolver o espírito crítico face a imagens e conteúdos mediatizados e adquirir capacidades de resposta superadoras de estereótipos e preconceitos face ao meio envolvente. 
  • Desenvolver a sensibilidade estética, formando e aplicando padrões de exigência. 
  • Desenvolver a consciência histórico- cultural e cultivar a sua disseminação. 
  • Promover a liberdade de expressão artística  
  • Promover a reciclagem 
  • Promover o contacto com novos materiais
 
Intervenientes :
Alunos 7º, 8º, ano do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal. 
Docentes-  Isabel Várzeas e Josefa Reis  
Projeto UNESCO 
Desenvolvimento e concretização do projeto:
A Arte, um dos Direitos fundamentais da existência do homem, será o berço que acolhe esta iniciativa no âmbito do projeto UNESCO do nosso Agrupamento, através da súmula de trabalhos apresentados, interpretados através da pintura e da escultura de elementos que contextualizam a abordagem artística da figura feminina. Os alunos, executaram um trabalho artístico alicerçado em várias reinterpretações de obras de autores da pintura do séc. XX, (Picasso, Matisse, Modigliani, wassily KandinsKy, Juan Gris, Mondrian, Christian Roghlfs entre outros) sendo esses elementos criados com base na reciclagem de material, na aplicação de várias técnicas mistas sobre telas e sobre máscaras de papel, apresentados numa paleta colorida de técnicas mistas que encontramos através da colagem, da pintura em acrílico, aguarela, lápis de cor e marcador, interpretada de forma livre, com base em vários conteúdos leccionados em Educação Visual. 
Na exploração bidimensional do tema, os alunos usaram assim, vários materiais e técnicas sobre o papel de aguarela, transformando cada imagem numa nova imagem, dando um novo rosto a cada máscara trabalhada. Os trabalhos realizados enriquecem assim uma exposição a visitar no Museu Manuel Soares de Albergaria, a partir do dia 8 de março em Carregal do Sal, na qual agradecemos o apoio da Dr.ª Dores Fernandes e Dr.ª Paula Teles.
 
Contextualização do tema - 8 de março, PORQUÊ?
    “O dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher.
Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 
16  horas por dia para 10 horas. Estas operárias, que recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas.
Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a Women's Trade Union League. Esta associação tinha como principal objetivo ajudar todas as trabalhadoras a exigirem melhores condições de trabalho. 
Em 1908, mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque: reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como o direito de voto. 
Caminhavam com o slogan "Pão e Rosas", em que o pão simbolizava a estabilidade económica e as rosas uma melhor qualidade de vida. Durante a segunda Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, realizada na Dinamarca, a famosa ativista dos direitos femininos, Clara Zetkin, propôs que o 8 de março fosse declarado como o “Dia Internacional da Mulher.”  
 
Texto-Josefa Reis 
Fotos-Isabel Várzeas e Josefa Reis
quinta, 08 março 2018 10:29

       No dia 5 deste mês realizou-se, em Penalva do Castelo, a sessão distrital do Parlamento dos Jovens do Ensino Básico.

       Entre as 25 escolas presentes, a nossa esteve muito bem representada por alguns dos nossos alunos: o Pedro Figueiredo, do 8ºD, destacou-se como Presidente da mesa e dirigiu, com toda a determinação e mestria, os trabalhos da sessão durante todo o dia, ao lado de entidades da política nacional; as deputadas Laura Sousa, do 9ºB, Beatriz Gomes e Matilde Lima, do 9º A, evidenciaram-se como deputadas e ficaram apuradas, com todo o mérito, para representar o círculo eleitoral de Viseu, na Sessão Nacional que se vai realizar em abril, na Assembleia da República. O Miguel Costa, do 9ºA, também esteve bem como repórter.

       Para a nossa escola é um orgulho ter jovens empenhados e dedicados, que abraçam um projeto e tudo fazem para o concretizar com sucesso. PARABÉNS aos alunos envolvidos nesta atividade.

Prof. Helena Farias

sexta, 02 março 2018 14:21

No dia 10 de fevereiro, no âmbito do projeto UNESCO, o Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal recebeu a generosa oferta da Sousa Mendes Foundation, pela mão da Drª. Mariana Abrantes (membro desta fundação) de 25 exemplares do livro "My Sister’s Eyes" da autoria da norte-americana Joan Halperin, cuja família foi salva pelo visto de Aristides de Sousa Mendes. Estes exemplares, dirigidos a alunos do 3º ciclo e secundário, foram distribuídos pelas Bibliotecas Escolares do Agrupamento e Biblioteca Municipal.

   Assim, no dia 23 do corrente mês, os referidos exemplares foram entregues às respetivas bibliotecárias, Dr.ª Rosa Maurício e Dr.ª Célia Cortez, numa sessão solene presidida pelo Diretor do Agrupamento, Dr. Hermínio Marques, coadjuvado pela Dr.ª Aldina Carvalho, membro da Direção. Nesta cerimónia, estiveram presentes a Coordenadora da Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, Dr.ª Eunice Santos, a Diretora de turma Dr.ª Paula Susana, que acompanhou a turma do 9ºB, a Dr.ª Lurdes Cruz, docente da Disciplina de Inglês e as coordenadoras do Projeto UNESCO. Foram honrosas as palavras dirigidas pelo Diretor do Agrupamento em relação à iniciativa e a todo o processo, agradecendo a generosidade desta oferta à autora do livro e à Sousa Mendes Foundation, às quais se seguiu uma contextualização histórica e se apresentou a filosofia de trabalho desenvolvida no âmbito do projeto UNESCO, seguindo a linha orientadora da Escola Superior de Estudos do Holocausto do Yad Vashem, em Jerusalém, pelos membros da equipa Dr.ª Dores Fernandes e Dr.ª Josefa Reis, que frequentaram formação superior nesta temática na referida instituição.

   Desta forma, pretende-se que o livro seja motivo de um trabalho interdisciplinar orientado por um guião de exploração da obra, fornecido pela autora e adaptado segundo as diretrizes  pedagógicas deste projeto na sua exploração didática, envolvendo o estudo do Holocausto e o ato humanista de Aristides de Sousa Mendes, numa filosofia do “Antes”, “Durante” e “Depois” do Holocausto (SHOA). Irá realizar-se um trabalho interdisciplinar de leitura e análise da obra com a intervenção das disciplinas de Inglês, Educação Visual e História, orientado pelas docentes Lurdes Cruz, Josefa Reis e Cristina Varanda, respetivamente, envolvendo os alunos da turma B do 9ºano, que será apresentado no final do ano letivo, na presença da autora.

A Equipa UNESCO

Dores Fernandes e Josefa Reis

quarta, 28 fevereiro 2018 14:56
segunda, 26 fevereiro 2018 14:24

A Ajudaris é uma associação particular de caráter social e humanitário, de âmbito nacional, que luta diariamente contra a fome, a pobreza e a exclusão social. Esta associação promove, anualmente, um concurso literário denominado «Histórias Ajudaris», que tem como intuito contribuir para fazer crescer o gosto pela leitura, escrita e arte, em simultâneo com a vontade de ajudar os que mais necessitam, e assim fazer diferença no dia a dia de centenas de crianças.

   No ano letivo anterior, respondendo ao desafio da biblioteca escolar e sob orientação da professora de Português Elisa Morais, a turma do quinto ano da Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, este ano o 6.º E, participou neste concurso com o poema «Família, um ninho de amor», tendo o mesmo sido selecionado para integrar um dos livros deste projeto.

No passado dia 3 de fevereiro, teve lugar a festa de lançamento do referido livro na Aula Magna do Instituto Politécnico de Viseu, que esteve repleta de alunos autores e respetivas famílias e professores solidários.

O 6.º E marcou presença com a interpretação de um rap, adaptado a partir do poema, criado sob a orientação da professora de Educação Musical e Diretora de Turma Anabela Duarte. O rap foi acompanhado de uma apresentação multimédia, onde estavam representadas, através do desenho, as famílias dos alunos da turma. Os alunos cantaram e encantaram!

A aluna Madalena Jesus da mesma turma também esteve muito bem no seu papel de apresentadora da gala.

Parabéns a todos os participantes, que com empenho e espírito solidário ajudam a acontecer esta iniciativa nobre!

 

segunda, 19 fevereiro 2018 17:08

Mais uma atividade do PAA concretizada com sucesso: o famoso baile de Carnaval da Educação Pré-Escolar. No dia 8 de fevereiro, no período da tarde, as crianças e adultos vieram disfarçadas/mascaradas de casa e, no pavilhão da EBNA, realizaram um baile de máscaras ao som de diversas músicas. As crianças do JI Angelina de Sousa Mendes também realizaram um baile de Carnaval na sua escola. Foi uma tarde divertida, alegre e onde reinou a boa disposição. Dançou-se ainda a tradicional Dança dos Cus do Carnaval de Cabanas de Viriato.

segunda, 19 fevereiro 2018 16:56

No âmbito do programa American Shelf, a turma 9.ºA, responsável pela dinamização deste centro de recursos no AECS, realizou uma atividade de promoção da leitura em língua inglesa durante o primeiro período do presente ano letivo. Os/as alunos/as selecionaram livros da biblioteca disponibilizada pela Embaixada dos Estados Unidos, tendo apresentado trabalhos sobre os/as autores/as e a obra aos/às colegas.

quinta, 01 fevereiro 2018 15:47

No dia 23 de Janeiro de 2018, a nossa escola recebeu a 1ª Concentração de Boccia, no âmbito do Desporto Escolar.

Na competição participaram sete equipas: ES Carregal do Sal, ES Molelos, ES Dr José Lopes Oliveira (Mortágua), EBS Eng. Dionísio Augusto Cunha (Canas de Senhorim), EB Caramulo, EB Santa Comba Dão e EB Tondela.

Parabéns aos nossos alunos e a todos os participantes.

Um agradecimento especial a todos que contribuíram para que esta Concentração tenha decorrido de forma positiva.