Oferta formativa 2017/2018

  • Clique para saber mais...

Webmaster

Webmaster

quarta, 18 abril 2018 13:56
quarta, 18 abril 2018 13:36

Realizou-se entre os 23 de março e 3 de abril, a 3ª edição do “Comboio da Memória-2018”, viagem de comboio com início em Pombal até Auschwitz, com paragem em Paris e Varsóvia.

Este projeto, dinamizado pela docente Isabel Vicente, do Agrupamento de Escolas de Pombal, ao qual associámos o projetoUNESCO do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, dinamizado pelas docentes Dores Fernandes e Josefa Reis, tal como consta no P.A.A, contou com a presença de um grupo de alunos e professores,  num total de 37 elementos dos dois Agrupamentos de Escolas.

Fruto de uma filosofia de união de energias, sonho e trabalho, as coisas aconteceram! Os projetos ganharam “asas” e criaram “raízes”, plantando a semente em novas gerações.

Assim foi, ao longo de vários meses foi feita a planificação até ao último pormenor por parte da organização, realizando muito trabalho atrás da cortina! Toda a logística foi centrada na docente Isabel Vicente, complementada pelas artes gráficas e outras diligências por parte da equipa do projeto UNESCO-AECS, contribuindo assim, para que esta viagem, em formato INTERRAIL, suportada financeiramente, na sua totalidade, pelos participantes, se tornasse memorável. Uma experiência marcante para toda a vida para aqueles que a vivenciaram!

A primeira paragem foi em Paris, no dia 24 de março, para um merecido repouso noturno no Auberge Internationale des Jeunes, e pelas 10 horas do dia seguinte, estava traçada a visita aoMemorial de La Shoah, local de Memória das Vítimas, mas também de Honra dos “Justos entre as Nações”, onde fomos guiados pelas palavras sábias, em português, da Historiadora Lívia Parnes,  na companhia do Dr. João Alvim, Vice-Cônsul de Portugal em Paris e deGerald de Sousa Mendes, neto de Aristides de Sousa Mendes, os quais, no final, teceram um largo elogio ao grupo e à iniciativa,  fazendo reflexões sobre a importância desta consciencialização dos jovens, agradecendo a oportunidade e reforçando o privilégio desta partilha de saberes, o que nos deixou de alma cheia.

Em forma de agradecimento, foram entregues algumas ofertas, nomeadamente o livro/filme e a medalha simbólica do 50 anos da morte de Aristides de Sousa Mendes, e mais dois packs idênticos, um para arquivo no Museu de La Shoah e outro para o arquivo no Consulado de Portugal, cortesia do Município de Carregal do Sal, através do projeto UNESCO “Dever de Memória” do Agrupamento de escolas de Carregal do Sal, assim como algumas t-shirts da “Marcha da Paz” patrocinada a todo o grupo do “Comboio da Memória-2018” pelo http://amigosdesousamendes.blogspot.pt/, através da Drª Mariana Abrantes.

Digno de pensar que há momentos escritos nas estrelas, e marcados para sempre na nossa memória, fomos presenteados num encontro casual com Serge Klarsfeld, autor do livro "Le Mémorial de la deportation des juif de France", que permitiu a criação do muro dos deportados em forma de homenagem! MOMENTO ÚNICO!

Prosseguimos viagem rumo a Frankfurt, seguiu-se Hannover, Berlim, Varsóvia e, finalmente, Cracóvia, onde chegámos na tarde de segunda-feira! Orientados por guias num programa ao mais alto nível, o grupo foi conduzido a locais emblemáticos e lendários como a zona histórica de Cracóvia, Basílica de Santa Maria, a Barbacã (castelo), a Torre nas portas da cidade, a imponente Praça do Mercado e a Catedral Wavel.

O grupo visitou as Minas de sal de Wieliczka, declaradas como Património da Humanidade em 1978, um dos lugares mais visitados da Polónia, onde foi possível apreciar as belíssimas obras de arte executadas em sal pelos mineiros, e no âmbito da temática da 2ª Guerra Mundial e do Holocausto, o Bairro Judeu, a Fábrica de Oskar Shindler e finalmente o Galicia Jewish Museu, onde nos esperava o testemunho de Anita Dolli Panek, 88 anos, sobrevivente, bioquímica polaca, naturalizada brasileira e investigadora na área do metabolismo energético. No final desse testemunho, houve debate, e a professora Isabel Vicente aproveitou para explicar o sentido da viagem do “Comboio da Memória” do Agrupamento de Escolas de Pombal, ao qual foi acrescentado pela docente Josefa Reis, informações sobre o projeto UNESCO do AECS, com enfoque na figura de Aristides de Sousa Mendes, bem conhecida no Museu. Assim, foi também entregue o livro e a medalha simbólica do 50 anos da morte de Aristides de Sousa Mendes para acervo do Museu e foi oferecida uma t-shirt da “Marcha da Paz” a Anita Dolli, transmitindo-lhe que iríamos fazer pela tarde desse dia, a simbólica “Marcha da Paz” de 3 km, que une Auschwitz a Birkenau, em memória de todos os que pereceram, ato que mereceu a sua admiração e votos de sucesso! A tarde desse dia, foi de visita a Auschwitz e a Birkenau, o ponto alto da nossa viagem de homenagem e memória! O Campo de Auschwitz-Birkenau foi aberto como museu em 1947 e declarado pela UNESCO como Património da Humanidade em 1974.

Auschwitz - Birkenau e a Marcha da Paz, finalmente!

O sentimento dos visitantes foi de tristeza e, em alguns olhares, pequenas lágrimas teimaram em cair! Como foi humanamente possível? Depois de uma visita muito enriquecedora, regressámos a Auschwitz I a pé, completamente em silêncio e reflexão, realizando a “Marcha da Paz” que a chuva não impediu, cumprindo assim um dos propósitos desta Viagem de Memória!

No dia seguinte, levantámos “âncora” de Cracóvia diretos a Varsóvia, onde ficámos 2 dias. Visualmente a cidade é fria e demasiado moderna, no entanto, depois da visita, contextualizada pelo guia, aoMuseu do Levante de Varsóvia (Muzeum Powstania Warszawskiego), descobrimos que só poderia ser assim, pois em 1945, depois da 2ª guerra mundial, a Polónia era um país em escombros. Varsóvia foi totalmente destruída, restou uma cidade fantasma! Através das palavras da guia Ágata, ficámos a saber que a zona histórica de Varsóvia, aparentemente preservada, não passava de uma fiel reconstrução/réplica, considerada desde 1980 como Património da UNESCO. Durante 12 dias, o grupo vivenciou valiosas oportunidades de aprendizagem, os elogios constantes nos mais diversos percursos, revelam que estão todos de Parabéns! Paralelamente a todas as visitas, tiveram oportunidade de recolher carimbos nos Passaportes entregues no âmbito do projeto UNESCO, ideia e autoria de Josefa Reis, em formato de certificado de presença, assinado previamente por António de Moncada Sousa Mendes, neto de Aristides de Sousa Mendes, uma memória física da passagem nesses lugares. O dia 1 abril de 2018 estava destinado ao regresso a Pombal e Carregal do Sal do "Comboio da Memória” 2018!... E assim foi, para tristeza de alguns!

O contributo desta viagem, na partilha e no alertar de consciências, como promotora de novas aprendizagens para a construção de um SER mais HUMANO, contribuiu para a interiorização de valores fundamentais da vida! A esperança de que as gerações vindouras, interiorizem valores e um sentido de vida, para que tais horrores não voltem a acontecer e se construa um mundo de igualdade e de respeito pelo outro, valores emanados na ação do “Justo entre as Nações”, Aristides de Sousa Mendes, é uma constante!

 “Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada.”Edmund Burke

                                                      P’la Equipa Unesco, Josefa Reis com colaboração de Dores Fernandes

Fotos-Grupo Participante

Agradecimentos:

Direção do Agrupamento de Escolas de Pombal
Direção do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal
Dr.ª Isabel Vicente-Mentora do Projeto “Comboio da Memória”
Dr. João Alvim-Vice-Cônsul de Portugal
Gerald de Sousa Mendes-neto de Aristides de Sousa Mendes
Dr. António de Moncada Sousa Mendes- neto de Aristides de Sousa Mendes
Projeto UNESCO-Dores Fernandes/Josefa Reis
Mª Celeste e António M. Reis (Material Gráfico)
Drª Mariana Abrantes ( http://amigosdesousamendes.blogspot.pt/)
Câmara Municipal de Carregal do Sal
A todos os que apoiaram …

 

Participantes do Comboio da Memória-2018 e pais.

Grupos organizados por aves simbólicas de valores como a Paz, a Força, a Harmonia, a Pureza, a Simplicidade, a Renovação, entre outros:

Fénix-ProfessoraIsabel Vicente, Simão Figueiredo, João Marques, Gabriela Teixeira, Beatriz Gomes e Luana Oliveira
Águia- Professora Isabel Várzeas, Hugo Reis, Diogo Duarte, Francisco Lopes, Flávia Ponte, Márcia Lopes e Inês da Silva Freitas
Borboleta- Professora Josefa Reis, Quirina Mendes, Joana Sousa, Jéssica Mayor, João Caetano e Ana Francisca Fernandes
Colibri- José Ribeiro, Eleonor Cadete, Beatriz Silva, Mariana Neto e Emily Rodrigues,
Pomba- Professora Lídia Ribeiro, Andreia Veloso, Alexandre Rodrigues, João Ribeiro, Luísa Martins, Leonor França e Beatriz Abreu Costa
Tsuru-Professora Lurdes Cruz, Inês Francisco, Laura Duarte, Beatriz Santos, Raquel Tavares e Mª Leonor Carvalho.

quarta, 11 abril 2018 14:32

No âmbito da disciplina de Inglês, os/as alunos/as da turma 8.ºE realizaram trabalhos sobre “Fashion Activism”, ativismo social recorrendo à moda. Os/as alunos/as escolheram uma causa social, tendo criado designs alusivos à problemática escolhida, com o intuito de alertar a comunidade educativa para a necessidade de encontrar uma solução para o problema. Foram várias as questões abordadas: poluição, igualdade de género, direitos humanos, materialismo, trabalho infantil, reciclagem, desflorestação, guerra, entre outras. Em sala de aula, os/as alunos/as apresentaram os seus trabalhos aos/às colegas, explicando os motivos que levaram à escolha do tema e à sua relação com o design criado. Estes trabalhos encontram-se expostas no átrio da Escola Básica Aristides de Sousa Mendes.

quarta, 11 abril 2018 14:10

No âmbito da atividade do PAA -Comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, as crianças de todas as turmas da educação pré-escolar criaram, ao longo dos 1.º  e 2.º períodos, uma encantadora história alusiva à inclusão, intitulada - A Cadeira Mágica- sob a orientação das respetivas educadoras titulares de turma. A equipa das bibliotecas escolares fez o favor de passar a história para o formato ebook.

A equipa das bibliotecas escolares fez o favor de passar a história para o formato ebook.
 

Versão Ebook - A Cadeira Mágica (Clique para visualizar)

terça, 10 abril 2018 11:28

No âmbito do centro de recursos American Shelf, a turma 9.ºA utilizou as obras disponibilizadas pela Embaixada dos Estados Unidos para elaborar trabalhos sobre alguns dos Estados norte-americanos, os quais foram posteriormente apresentados em sala de aula.https://youtu.be/6mHDJbpTC60

 

terça, 10 abril 2018 09:58

Durante os primeiro e segundo períodos, a Equipa EPS do Agrupamento de Escolas do Carregal do Sal, juntamente com o Centro de Saúde, desenvolveu o projeto + Contigo. Em contexto de sala de aula, foram dinamizadas, semanalmente, sessões pela Enfermeira Joana Carvalho Lopes, que tiveram como principal finalidade a desmistificação da “Doença Mental”, promovendo a auto-estima, a resiliência psicossocial e a prevenção de comportamentos de risco. No dia 12 de março, expuseram-se os trabalhos elaborados pelos alunos das turmas do 8ºano do Agrupamento. Em simultâneo, foram promovidas algumas atividades em sala de aula para assinalar este dia. Uma delas intitulou-se “O dia dos abraços”, em que foi lido e explorado um texto sobre os benefícios dos “Abraços”. No final da atividade, os alunos foram convidados a abraçarem-se e a espalharem abraços pelos colegas, nos intervalos. Foi distribuído um pequeno lanche, como forma de agradecimento ao empenho dos alunos nas atividades.

quinta, 29 março 2018 08:21

No dia 22 de março, as turmas A e B de 12º ano do nosso Agrupamento efetuaram uma visita de estudo a Lisboa - Passeio Literário O Ano da Morte de Ricardo Reis e Museu da Presidência da República. Esta iniciativa, organizada pelas disciplinas de Português, História A, Biologia e Educação Física, teve como objetivos a motivação para a leitura da obra literária de José Saramago, a consolidação de aprendizagens e o alargamento dos horizontes culturais, entre outros.

Da parte da manhã, o grupo, sob a orientação das guias que conduziram o passeio literário, calcorreou as ruas de Lisboa, desde o antigo Hotel Bragança (no Cais do Sodré), ao Rossio, passando pela sede da PVDE (PIDE), no Chiado, e pelo Bairro Alto, não esquecendo as emblemáticas estátuas de Eça de Queirós, de Luís de Camões e do Adamastor, locais e símbolos associados às vivências citadinas nos anos 30, do séc. XX, da personagem Ricardo Reis, referenciados na supracitada obra.

Em Belém, e após o almoço, os alunos visitaram o Museu da Presidência da República, onde puderam relembrar factos relevantes da história da república portuguesa e observar o rico e diversificado acervo deste espaço, com destaque para os quadros dos vários Presidentes da República, para as ofertas de Estado e para as condecorações honoríficas. Antes do regresso, houve tempo, ainda, para a degustação do afamado pastel de Belém.

Os alunos, globalmente, revelaram uma atitude correta e de interesse pelos locais visitados, podendo considerar-se que os objetivos propostos foram alcançados. O balanço da atividade é francamente positivo, quer pela oportunidade de estes alunos alargarem os seus conhecimentos e desenvolverem as competências de cidadania participativa, quer pelo facto de lhes ter proporcionado uma aprendizagem mais prática.

 

Dores Fernandes e Carla Marques

quinta, 29 março 2018 08:17

No âmbito da disciplina de Inglês, o Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal participou no mini-camp da Associação American Football without Barriers, na Cidade do Futebol, Lisboa, no dia oito de março, a convite da Embaixada dos Estados Unidos. Esta oportunidade surgiu pelo facto de o nosso Agrupamento se situar numa das zonas gravemente afetadas pelos incêndios de outubro do ano transato e as atividades desta Associação se revestirem de um cariz solidário. Os/As participantes nesta atividade foram recebidos/as pelo Embaixador Americano, George Glass, pelo Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, e pelo Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo. Durante o dia, os/as alunos/as puderam contactar com estrelas da Liga de Futebol Americano (NFL – National Football League), tendo realizado atividades de iniciação à modalidade. Depois do aquecimento com a equipa portuguesa de futebol americano Lisboa Navigators, os/as alunos/as fizeram um treino sob a supervisão de quinze jogadores da NFL. No final houve uma sessão de entrevistas, selfies e autógrafos.A atividade terminou com um almoço oferecido pela Embaixada nas instalações da Federação Portuguesa de Futebol. Os/As participantes tiveram a oportunidade única de aprender mais sobre o futebol americano bem como de interagir em inglês com falantes nativos. A participação, o empenho e o comportamento exemplar dos/as participantes foram muito elogiados pelos/as responsáveis da Embaixada dos Estados Unidos.

O evento, que foi seguido pela comunicação social nacional e estrangeira, deu destaque à participação do AECS e as notícias, fotos e vídeos do evento podem ser encontradas em:

https://pt.usembassy.gov/nfl-players/

https://www.flickr.com/photos/usembassylisbon/sets/72157692652977521

http://www.fpf.pt/pt/News/Todas-as-not%C3%ADcias/Not%C3%ADcia/news/15086

https://www.dn.pt/desporto/interior/um-treino-com-um-hall-of-famer-e-um-campeao--da-super-bowl-9172762.html

terça, 27 março 2018 15:23

       No dia 1 de março de 2018, os alunos do 6.º ano do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, acompanhados por professores e funcionários, realizaram uma visita de estudo à cidade do Porto, com o objetivo de conhecer dois importantes espaços culturais desta cidade.

      Saíram da escola por volta das 7h00 e deslocaram-se em dois autocarros com destino à Cidade Invicta.

     Começaram por visitar a Casa da Música onde conheceram as seguintes salas: sala verde ou sala da esponja, sala da magia, sala laranja ou sala do escorrega, sala roxa ou sala de relaxamento, sala vermelha às pintas, sala azul e branca ou sala VIP e sala principal.

      Seguidamente, os alunos participaram em workshops denominados “Tom Afro Tom” e “ Há Física no Som” onde criaram sons e movimentos africanos.

      Após o almoço, visitaram o Museu de Serralves, tendo participado em Oficinas de Arquitetura. Foi-lhes entregue a planta do piso principal do museu, onde iam assinalando os locais visitados, ou seja, as salas de exposições de arte contemporânea. No final da oficina, criaram uma maqueta.

       A atividade cumpriu plenamente o objetivo principal, uma vez que permitiu conhecer novos espaços culturais ligados à música e à expressão plástica.

       Os alunos gostaram muito desta visita de estudo.

Pág. 1 de 44