Oferta formativa 2018/2019

  • Clique para saber mais...

  • Clique para saber mais...

Webmaster

Webmaster

sexta, 06 julho 2018 10:55

No dia 22 de junho realizou-se a festa de encerramento do ano letivo da Educação Pré-Escolar e do 1º CEB das Escolas Básicas Nuno Álvares e Aristides de Sousa Mendes. Neste ano letivo contamos com a colaboração da Associação de Pais.

No período da manhã houve insufláveis e pinturas faciais. No período da tarde o 1º CEB organizou diversas salas lúdicas.

Às 19 horas iniciou-se o Sarau Cultural com a atuação das crianças e alunos da Educação Pré-Escolar e 1º CEB: canções, danças, marcha popular e entrega de diplomas aos finalistas. Os pais/encarregados de educação apresentaram ainda um momento de teatro e música.

No final efetuou-se um sorteio de rifas e atuou o grupo musical Kotaz à Solta. Realizou-se ainda um lanche partilhado e febras grelhadas com a colaboração dos Pais/Encarregados de Educação e Associação de Pais.

quarta, 04 julho 2018 14:45

Desporto Escolar organizou os Campeonatos Nacionais de Iniciados do dia28 de junho a 1 de julho em BRAGA (Cidade Europeia do Desporto).

A nossa escola participou na modalidade de Badminton, com cinco alunos que integraram a representação da Região Centro (Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu). O aluno André Mendes (8º D) foi o nosso representante na arbitragem, os irmãos Constança e Henrique Lopes (9ºB) participaramem pares mistos e as alunas Beatriz Marques (9ºB) e Inês Pinto (8ºB) formaram a dupla de pares femininos. Os alunos foram acompanhados pela professora responsável do núcleo de iniciados da modalidade, Ana Andrade, que os acompanhou nesta sua nova experiência.

O balanço desta participação foi considerado muito positivo, tendo os nossos alunos (pares mistos e pares femininos) ficado em sétimo lugar a nível Nacional.

Para além da prática desportiva, os nossos alunos estiveram presentes na Cerimónia de Abertura onde assistiram a um belíssimo espetáculo, com a participação de crianças/alunos de Braga e alunos da escola do Cerco. Tiveram ainda oportunidade de passear pelo centro histórico da cidade e de conhecer/conviver com alunos participantes de outras modalidades durante a noite de convívio e no almoço de despedida.

quarta, 04 julho 2018 14:38


No âmbito do centro de recursos American Shelf, que foi gentilmente cedido ao nosso Agrupamento pela Embaixada dos Estados Unidos e que constituiu o 1.º centro criado em escolas portuguesas, a turma 9.ºA, responsável, desde o passado ano letivo, pela dinamização dos seus recursos, utilizou os materiais disponíveis para efetuar pesquisas sobre mulheres americanas. O resultado deste trabalho foi apresentado à turma nas aulas de Oficina de Oralidade.

quarta, 04 julho 2018 14:05
 
No âmbito do intercâmbio entre o AECS e 2 escolas de Marrocos, a turma 9.ºE realizou trabalhos de pesquisa sobre o país parceiro na disciplina de Inglês, tendo apresentado as conclusões nas aulas de Oficina de Oralidade.
sexta, 29 junho 2018 10:15

O tema “Desigualdade de Género: Um debate para todos!” foi também “Um debate para nós”. O gosto por este tema e todo um espírito de companheirismo moveu-nos a embarcar nesta viagem, uma experiência que se veio a revelar inesquecível para todos os alunos participantes.
 
Na nossa Escola, a Secundária de Carregal do Sal, o projeto Parlamento dos Jovens - Básico iniciou-se com a organização de duas listas. Os alunos empenharam-se, impulsionados pelo pensamento democrático, para discutir o tema proposto: “Desigualdade de Género: Um debate para todos!”
 
O nosso espírito crítico e a vontade de mudar e participar ativamente na sociedade motivou-nos para o debate. E, passo a passo, fomos conquistando o direito de estar presentes na tão desejada sessão nacional. Até ao dia em que pudemos dizer: CONSEGUIMOS!
 
Que aventura! Que saudades dos dois dias em que decorreu a sessão nacional! 16 e 17 de abril ficarão para sempre gravados na nossa memória: fomos deputados e jornalistas por dois dias. De alguma forma, consideramos que pudemos contribuir para uma sociedade melhor.
 
No dia 16 de abril do presente ano, juntámo-nos aos restantes colegas do círculo eleitoral de Viseu para juntos embarcarmos numa viagem de autocarro com destino à capital, mais precisamente à Assembleia da República.
 
A partida de Santa Comba Dão ocorreu às horas previstas (dez horas e trinta minutos da manhã). A viagem decorreu de forma pacífica e, segundo todos os alunos presentes naquele autocarro, bastante divertida. No entanto, nem todo o percurso foi passado em brincadeira, também houve trabalho árduo por parte dos alunos visienses, entre as onze horas e trinta minutos ao meio dia e meio. Foi neste período de tempo que os mesmos esclareceram as perguntas que viriam a ser colocadas aos outros círculos eleitorais acerca dos seus projetos de recomendação. 
 
Já na cidade de Lisboa, fomos recebidos (e bem!) com pequenas lembranças, alguns snacks e bebidas, após ter havido uma divisão entre todos os alunos, consoante o seu cargo, ou seja, os jornalistas foram para uma sala específica enquanto que os deputados para as suas comissões. A nossa comissão era a quarta (constituída pelos distritos de Aveiro, Bragança, Guarda, Santarém, Vila Real, Viseu e o arquipélago dos Açores). Já nas respetivas salas, as comissões puderam debater sobre qual seria o seu futuro projeto de recomendação, para que mais tarde este fosse apresentado na votação do Projeto de Recomendação Final.
 
 Durante as reuniões das comissões, foi-nos permitido, aos jornalistas, assistir aos debates e fazer a respetiva reportagem fotográfica. Enquanto os trabalhos continuavam, todos os jornalistas tiveram direito a uma visita guiada ao magnífico Palácio de S. Bento: entre outras, foi apresentada a grandiosa sala dos Passos Perdidos, foi também dada a conhecer a “história” do Parlamento, bem como alguns factos curiosos sobre a sua origem.
 
 Pelas quinze horas e trinta minutos, assim que esta “tour” teve o seu fim, pudemos regressar às salas das reuniões de cada comissão, onde se pôde de novo assistir à troca de ideias entre os deputados presentes. Por volta das dezasseis horas, jornalistas, professores e jovens “políticos” tiveram direito a um magnífico lanche, proporcionado uma vez mais pelo parlamento.
 
 Terminado o lanche, iniciou-se a segunda parte da reunião das comissões, de onde saiu a redação final do projeto de recomendação de cada grupo de trabalho e as perguntas a apresentar, no dia seguinte, aos “verdadeiros deputados”.
 
 Assim que foi permitido, todos os membros participantes do Parlamento dos Jovens 2018 prosseguiram para o chamado “momento cultural”, onde puderam testemunhar a atuação de um maravilhoso coro, que cantou e encantou qualquer pessoa presente naquele lugar, com arranjos de músicas pop e alguns solos neste mesmo género musical. O jantar decorreu, tal como o lanche da tarde, na Assembleia da República, este momento serviu também para se criarem novas amizades entre alunos das mais diversas regiões do país.     
 
Após esse saboroso jantar, dirigimo-nos ao INATEL de Oeiras, onde passámos a noite. Ao amanhecer, deparámo-nos com um dia soalheiro e o nosso objetivo era chegar o mais rapidamente possível ao Parlamento, para iniciarmos o segundo dia de trabalhos.
 
Já na Sala do Hemiciclo, a sessão solene foi iniciada pelo Vice-Presidente da Assembleia da República, Jorge Lacão, o Presidente da Comissão da Educação e Ciência, Alexandre Quintanilha, e Rosa Monteiro, Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade.
 
Depois de um período de perguntas e respostas aos delegados dos vários partidos que constituem o nosso Parlamento, os jornalistas puderam entrevistar os deputados presentes. Enquanto as entrevistas decorriam, os jovens políticos continuaram o debate sobre as propostas para o projeto final de recomendação. Todos os círculos puderam fazer ouvir a sua voz!
 
Na sequência deum verdadeiro banquete, que foi o nosso almoço, iniciou-se o debate na especialidade e, num ápice, a decisão final aproximava-se. Foram defendidas e votadas as medidas que fariam parte do Projeto de Recomendação a ser apresentado aos deputados da Assembleia da República. Durante este momento, houve intervenções muito pertinentes e cada um de nós pode desfrutar de tão belos momentos e testemunhar a importância da presença nesta iniciativa. A entrega dos certificados e os discursos, sinceros e comoventes, dos porta-vozes encerraram os trabalhos. Deixámos a Assembleia da República com um brilhozinho nos olhos e um sentimento de dever cumprido. Os dias 16 e 17 de abril foram muito especiais para nós, não só como alunos, mas também como jovens!
 
Pessoalmente, gostaria de dizer que fui muito feliz com a toda a experiência que envolveu o Parlamento dos Jovens!
 

A jornalista do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal,

Matilde Lima

Parlamento dos Jovens - Ensino Básico-2018

Ano Letivo 2017/2018

sexta, 29 junho 2018 10:06

No âmbito do projeto eTwinning “I’m happy with myself”, em que participaram também escolas da Turquia, Roménia e Espanha, a turma 11.ºB realizou diversos trabalhos na aula de inglês que se encontram agora reunidos numa revista digital. Convidamos a comunidade escolar a ver os trabalhos.

 

“I’m happy with myself”

sexta, 29 junho 2018 09:29

No âmbito da disciplina de Educação Musical e da Musicoterapia, os alunos com Currículo Específico Individual, das turmas 9ºD, 10ºA, 10ºB, 11ºB e 12ºC da Escola Secundária de Carregal do Sal, desenvolveram no presente ano letivo um trabalho relacionado com cinema de animação.

Fez-se a narração e gravação da história “A Revolta dos Vegetais”, com a colaboração das professoras de Educação Especial e a animação da história com a utilização de programas específicos.

Todo o trabalho de sonoplastia foi desenvolvido, durante as aulas, pelos alunos.

Para finalizar o trabalho, contou-se com a colaboração de Márcio Canas, na edição do vídeo.

A história foi apresentada no dia 30 de maio, na Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, para os alunos do 1.º ciclo.

Ao longo do ano viveram-se momentos bons e divertidos onde se aprendeu e se foi feliz!

sexta, 29 junho 2018 09:15

Na passada sexta-feira dia 22 de junho, realizou-se a festa de encerramento do ano letivo no Jardim de Infância de Cabanas de Viriato. Frequentaram este estabelecimento de educação 34 crianças com idades compreendidas entre os três e os cinco anos de idade.

A festa decorreu entre as 18.30h e as 10.30h e teve a participação das famílias, e comunidade escolar e educativa. Numa tarde de Verão com temperaturas amenas, o recreio do Jardim foi local de concentração de cerca de duas centenas e meia de pessoas que se associaram aquele que foi um evento onde reinou a alegria, animação, convívio e confraternização.

A festa iniciou-se com um Medley de sete canções que aludiam a temáticas sequencialmente abordadas ao longo do ano, como o outono, natal, carnaval, dia do pai primavera, dia da mãe e a finalizar a canção dos miminhos, aquele que é o ingrediente fundamental na educação das crianças em idade pré-escolar.

Seguiu-se a marcha de Radetzky com a pequena orquestra que fez o acompanhamento ao som de coloridos reco recos e maracas, instrumentos artesanalmente construídos pelos músicos, com recurso a materiais de desperdício devidamente reciclados.

 As crianças mais novas apresentaram danças infantis a que se seguiram momentos de poesias, quadras e lengalengas que os pequenos poetas declamaram com a graça e alegria que só o encanto das crianças sabe proporcionar a qualquer plateia.

Seguiu-se um momento de surpresa que propositadamente não se fez constar do programe da festa e que consistiu num desfile de chapéus. Alguns construídos, outros decorados com recursos a diversos materiais de desperdício, todos os chapéus deram um colorido muito especial aqueles modelos que de forma simpática e elegante fizeram talvez o seu primeiro desfile de moda criada com a originalidade e a beleza que só as crianças sabem proporcionar.

Seguiu-se o momento mais solene da festa com os finalistas a dançarem a valsa da meia noite e que a certa altura deu lugar aquela que é a dança grande da localidade, mais conhecida por dança dos cús.

Depois de cantado o hino dos finalistas procedeu-se à entrega das cartolas e dos diplomas aos finalistas.

E enquanto se preparava a atuação do Rancho da Sociedade Filarmónica de Cabanas de Viriato a Educadora Lurdes Lírio cantou o fado do Jardim que encantou e emocionou todos os presentes.

Após uma brilhante atuação do Rancho da localidade seguiu-se um lanche de confraternização e convívio entre a comunidade educativa.

A comunidade educativa, Junta de Freguesia e FLiPótica preparou ainda uma surpresa final para todas as crianças que por motivos desconhecidos não teve o resultado esperado, mas que mesmo assim alegraram a criançada. Tratava-se de uma largada de balões iluminados com um pequeno led no interior que inesperadamente não subiram e que cada criança levou como recordação daquela que foi a sua festa de final de ano.

Estiveram presentes várias entidades, nomeadamente, o Diretor do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, o Presidente do Conselho Geral, o assessor do diretor Srº Profº Martelo, Presidente e Vice-Presidente da Câmara Municipal de Carregal do Sal, Presidente da Assembleia Municipal, Presidentes das Juntas das Freguesias de Cabanas de Viriato e Beijós, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Cabanas de Viriato, representante da Associação de Pais e o Sr. Filipe da Flióptica.

A todos os stakkolders o sincero agradecimento das educadoras que contaram com a prestimosa colaboração de todos os envolvidos, nomeadamente a Professora Ana Cláudia Campos, Junta de freguesia, Câmara Municipal, Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, Bombeiros Voluntários de Cabanas de Viriato, Sociedade Filarmónica de Cabanas de Viriato, Clínica Médica e Dentária SanMed e todos os pais/ encarregados de educação, bem como às Assistentes Operacionais  deste Jardim de Infância que com empenho e dedicação se envolveram para que esta atividade tivesse  um colorido de festa, animação e salutar convívio entre todos.

 

                                                               As educadoras de Infância

                                                                  Clarinda Pessoa e Lurdes Lírio

sexta, 29 junho 2018 09:06

O Encontro, no dia 12 de junho, com José Ruy na Escola Básica Aristides de Sousa Mendes foi mais uma atividade inesquecível! O principal objetivo desta atividade, promovida no âmbito do Projeto UNESCO, com a colaboração da Biblioteca Escolar, foi destinada, principalmente, aos alunos do 2º e 3ºciclos, era apresentar a sua Banda Desenhada Aristides de Sousa Mendes, herói do holocausto. Este autor frequentou a Escola Artística António Arroio, especializando-se em Artes Gráficas e cursou Belas Artes. É possuidor de um currículo artístico invejável, sendo conhecido e reconhecido a nível nacional e internacional. Esta atividade, que desenvolve desde os 14 anos, conta, na sua longa carreira de artista, com numerosas publicações, cerca de 80 álbuns e 50 livros em Banda Desenhada, para além da colaboração em jornais e revistas.

Na plateia estiveram, para além dos alunos, professores e assistentes operacionais, as Coordenadoras do Estabelecimento Dr.ª Eunice Santos, Dr.ª Filipa Neves e Dr.ª Paula Modesto, as professoras bibliotecárias, Dr.ª Elisa Morais e Dr.ª Célia Cortez. Estiveram presentes, como convidados, o representante da Fundação Aristides de Sousa Mendes, Dr. Luís Fidalgo, a representante da Sousa Mendes Foundation, Dr.ª Mariana Abrantes, que lançou o desafio à Equipa UNESCO e colaborou na logística desta atividade, o Presidente do Conselho Geral do Agrupamento, Eng. Ricardo Seabra e o Senhor Diretor do Agrupamento, Dr. Hermínio Marques, que no início da segunda sessão, proferiu palavras de gratidão ao orador convidado, sublinhando ser uma honra e um enorme privilégio a sua presença na Escola. Agradeceu, ainda, à organização, realçando que estas atividades enriquecem os alunos e a comunidade local, nas suas vivências, aprendizagens e memórias.

Em duas sessões, destinadas, respetivamente, às turmas de 5º e 6º anos e 7º e 8º anos, o artista gráfico foi inexcedível na apresentação do seu trabalho, com destaque para a história do humanista de Cabanas de Viriato, que considera um herói digno de homenagem e de reconhecimento, devendo a sua memória ser perpetuada, pelos valores que representa.

O Mestre, incansavelmente, mostrou, sem artificialismos, de forma próxima e com simplicidade como se faz uma história de Banda Desenhada. A explanação dos vários passos, com enfoque nas pesquisas realizadas, no contexto artístico/ temporal, nos processos da criação, que vão desde o ato de escrever e desenhar, à montagem das histórias/narrativas até chegar à obra final saída da gráfica, como o artista prefere designar de “história aos quadrinhos”, encantaram os presentes.

     Os conhecimentos foram transmitidos numa atmosfera envolta de silêncio, tal foi o interesse despertado! A perceção da presença de tão admirável artista, a possibilidade de tocar/manusear alguns originais realizados e doados para acervo do Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem, na Amadora, encontrando-se na Bedeteca desta Cidade, consciencializou os presentes do privilégio deste encontro, captando a atenção da numerosa plateiaemotiva e motivadora, que no final de cada sessão colocou questões pertinentes ao mestre, às quais respondeu sem se poupar a esforços.

    De entre algumas questões, ficou desvanecida a ideia da subvalorização do trabalho artístico, do ato de criação e do próprio artista, refletindo todo o processo moroso de meses de trabalho “atrás da cortina” subjacente à obra artística.

     A arte é um dos Valores Universais, nas suas várias vertentes, é através dela que temos acesso a um estudo diversificado sobre o pior momento vivenciado da história da humanidade, o Holocausto. O desenho, através dos diários gráficos, a música, a pintura, a fotografia entre outros, foram e são uma importante ferramenta de registo e memória que nos deve educar para não esquecer.

    Assim, e nesta mesma filosofia de perpetuar valores e assegurar a memória futura, a coordenadora do projeto UNESCO, informou que as pranchas em tamanho A3 do livro em epígrafe, foram gentilmente disponibilizadas pelo Mestre José Ruy ao projeto UNESCO do nosso Agrupamento, dinamizado pelas docentes Dores Fernandes e Josefa Reis para a exposição patente nesta biblioteca, e como proposta do projeto, este material gráfico ficará na Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, em homenagem ao seu patrono. Assim, a Coordenadora do projeto UNESCO propôs que os painéis passem a integrar o património da escola, num mural a ser colocado em local a definir, acção que foi autorizada pelo Sr. Diretor do Agrupamento, Dr Hermínio Marques, que referiu ser honroso possuir no Agrupamento essa exposição permanente.

No final, foi realizada uma sessão de autógrafos do livro que conta a história de Aristides de Sousa Mendes, seguindo-se ao momento de convívio com o autor, num lanche oferecido pelos professores, a visita guiada ao “Tributo ASM- 2004” no espaço exterior da escola, tributo composto por 10 elementos escultóricos que traduzem a vida de Aristides de Sousa e Mendes e ainda à Casa do Passal, futuro Museu da Consciência.

O balanço é muito positivo, os alunos revelaram um vivo interesse pela palestra e manifestaram uma conduta de grande civismo e respeito pelas regras. O êxito desta atividade ficou a dever-se novamente a todo um trabalho de cooperação, que não podemos deixar de enaltecer. A todos os intervenientes – direção, equipa da biblioteca e da coordenação do estabelecimento, professores e assistentes operacionais - que não se pouparam a esforços na concretização deste evento, um grande Bem-Haja.

A Equipa UNESCO, Dores Fernandes e Josefa Reis

Fotos: Josefa Reis

Pág. 1 de 49