Links_top

  •  


        

     

    Horário dos Serviços Administrativos
      08h30 - 16h30  

     
     
     
     
Webmaster

Webmaster

sexta, 09 abril 2021 14:18

Guia para lanches escolares saudáveis

A Direção-Geral da Saúde e a Direção-Geral da Educação publicaram um guia sobre lanches escolares saudáveis, assinalando o regresso ao ensino presencial de muitas crianças e jovens. Neste guia apresentam-se algumas regras simples para a constituição de um lanche saudável, descrevem-se os alimentos que devem fazer parte das lancheiras escolares, nomeadamente os alimentos “a privilegiar”, a consumir “de vez em quando” e “a evitar”, bem como as suas características nutricionais. 

Este manual contém também diversas receitas simples, saudáveis e saborosas e uma sugestão de uma ementa que mostra que é possível garantir variedade, utilizando na sua grande maioria (mais de 90%) alimentos que se enquadram no grupo dos “a privilegiar”. A par destas informações é apresentada uma checklist de verificação de um lanche saudável e diferentes estratégias para incentivar as crianças a valorizarem e a apreciarem lanches saudáveis.

São várias as razões para prestarmos atenção ao que colocamos nas lancheiras das crianças. Primeiro, porque estas refeições apresentam um importante contributo para a ingestão energética (calorias) diária. Segundo, porque é nestas refeições que habitualmente são consumidos alimentos com pouco valor nutricional, hipercalóricos e com elevado teor de sal, açúcar e gordura.

Por último, porque sabemos que é necessária alguma imaginação e criatividade para preparar um lanche saudável e ao mesmo tempo apelativo para as crianças.

A pandemia da COVID-19, em particular as medidas adotadas para a prevenção da sua propagação, que implicaram alguns períodos de interrupção da atividade letiva e a necessidade de uma permanência prolongada em casa, têm alterado a rotina de milhares de crianças e jovens. Menos atividade física e alterações no comportamento alimentar podem ser comportamentos promotores do ganho de peso ao longo deste período. Em paralelo, a pandemia da COVID-19 modificou também as rotinas de muitas escolas, com implicações para o funcionamento dos bufetes escolares.  Em resultado destas alterações, muitos lanches começam a ser preparados em casa.

Este documento destina-se aos encarregados de educação, mas também a professores e a educadores, bem como a todos aqueles que trabalham e lidam diariamente com crianças e jovens e que participam ativamente na preparação das suas refeições.

A par das diferentes medidas que estão a ser implementadas para tornar mais saudáveis os ambientes alimentares escolares onde as crianças e jovens crescem, a educação alimentar em casa e o desenvolvimento de ambientes alimentares familiares saudáveis são fundamentais. A melhoria dos hábitos alimentares só será possível se formos todos agentes promotores da alimentação saudável nas muitas escolhas alimentares que fazemos ao longo do dia.


 

Guia para lanches escolares saudáveis


 

segunda, 05 abril 2021 13:36

Empreendedorismo social e voluntariado

No dia 10 de março, uma das coordenadoras do Núcleo Pais-em-Rede Beira-Dão, Célia Cortez, esteve presente numa sessão síncrona, via plataforma Zoom, no âmbito do projeto Erasmus + "Ados créatifs, actifs et responsables pour une citoyenneté européenne", o qual envolve alunos dos 9.º e 11.ºanos do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal.

Célia Cortez deu a conhecer a Associação Pais-em-Rede, uma organização não governamental para pessoas com deficiência, divulgando aspetos como a missão e visão desta associação, a qual tem onze núcleos espalhados pelo país, sendo o mais recente o Núcleo Pais-em-Rede Beira-Dão que tem como área de abrangência os concelhos de Carregal do Sal, Santa Comba Dão e Mortágua.

Deu a conhecer também o projeto que este núcleo está a implementar, desde o início de março, cofinanciado pelo BPI e Fundação “la Caixa”, e que envolve vinte e quatro crianças e jovens com deficiência dos três concelhos.

Apelou à participação dos jovens neste projeto, como voluntários, durante as férias de verão, referindo que as ações de voluntariado contribuem para o crescimento pessoal e para o enriquecimento do seu futuro currículo, aquando da entrada no mundo do trabalho.

A coordenadora do referido projeto Eramus, a professora Aldina Nobre, referiu que o mesmo ficou muito mais rico com a partilha da experiência de voluntariado, de cidadania ativa, realizada com generosidade e amor, de Célia Cortez.  Referiu ainda que os alunos percorreram, desta forma, mais uma etapa na construção do alicerce de uma postura ética e de competências práticas transponíveis para toda a vida social.  Esta atividade contribuiu para a transformação do aluno num cidadão sujeito de direitos e deveres.

 

Célia Cortez

 

 

A 10 de março, no âmbito do projeto “Ados creátifs, actifs et responsables pour une citoyenneté européenne” – Erasmus +, via zoom, realizou-se uma  sessão sobre cidadania e voluntariado na área da inclusão social.

Contámos com a presença de Célia Cortez, professora bibliotecária do nosso agrupamento e coordenadora do Núcleo Beira – Dão da associação Pais – em – Rede.

A palestra promoveu e instigou os alunos a participarem mais ativamente em ações sociais e entenderem o quão deleitoso é praticar o bem junto do próximo. Para seres voluntário só precisas de ter vontade de ajudar e espírito de serviço e partilha. O mais simples gesto impacta a comunidade. O sentido de pertença inspira.

O principal objetivo da Pais – em – Rede é promover a inclusão das pessoas com deficiência e as suas famílias. Esta associação não governamental está organizada em núcleos locais que procuram, na respetiva zona, garantir a prossecução deste objetivo.  Capacitam as famílias de pessoas com deficiência, dando-lhes palco através de iniciativas que eliminam as barreiras à sua plena inclusão. A Pais em Rede quer que as famílias se sintam valorizadas, confiantes, informadas e com capacidade de tomar decisões para que possam melhorar a vida dos seus familiares.

Proporciona terapias a crianças e jovens com deficiência e envolve os beneficiários em atividades socialmente úteis e atividades de lazer, durante as férias escolares, ao abrigo do projeto apoiado pelo BPI – “Apoiar para Capacitar”. As instalações do núcleo Beira – Dão, em Travanca de São Tomé, sofrerão alterações com a construção de uma cozinha pedagógica, graças a gentis doações de populares e fruto, também, do Orçamento Participativo, promovido pela Câmara Municipal.

“Os voluntários não têm necessariamente tempo, mas têm o coração.” – Elizabeth Andrew

 

Daniela Gomes e Pedro Figueiredo 11º A

Foi com muita satisfação que recebemos a notícia de que o filme “The Heritage of Aristides” do realizador Patrick Séraudie da Pyramide Production, foi seleccionado para o Festival de Cinema Judaico de Miami, com estreia mundial no período de 14 a 29 de abril de 2021 e com posterior apresentação na RTP1 e uma pré-estreia marcada para junho no Museu Nacional da Resistência e da Liberdade, em Peniche.

Se as medidas sanitárias o permitirem, está a ser planeada uma apresentação do filme em Bordéus, por ocasião da sua transmissão na France 3 Nouvelle-Aquitaine, prevista para junho.

É mais um momento que nos deixa de coração cheio, dada a participação no referido filme dos alunos da EB Aristides de Sousa Mendes do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, através do projeto UNESCO “Dever de Memória” na construção do mural em azulejo, orientado pela docente Josefa Reis,  em forma de Livro de Honra, denominado ”SER Consciência…” e que representa, uma parte da herança imaterial de Aristides de Sousa Mendes., um contributo na Homenagem a este “Justo entre as Nações” que honra o concelho e o país.

Sobre o mural, relembramos as carinhosas e gratas mensagens de vários descendentes e portadores de Vistos, que através da SMF, têm sido acolhidos nesta escola, onde a cultura de escola se pauta pela valorização dos princípios morais do Cônsul e patrono deste estabelecimento de ensino. Uma referência local e nacional.

Parabéns a todos os que apoiaram esta iniciativa, uma justa homenagem ao Humanista do nosso concelho, neste ano que continuam as iniciativas de reconhecimento pelos 80 anos do ato de consciência de Aristides de Sousa Mendes. Um #DeverdeMemória

Texto Dores de Carmo e Josefa Reis

 

MIAMI LEGACY FILM FESTIVAL: Legacy of Aristides

quarta, 31 março 2021 08:59

Podcast "Dever de Memória"

Foi no dia 25 de fevereiro que ouvimos a entrevista sobre o projeto UNESCO “Dever de Memória-Jovens pelos Direitos Humanos” do nosso Agrupamento em forma de Podcast, da autoria do jornalista Carlos Guerreiro, da RTP Ensina.

O objetivo deste encontro era partilhar o que se tem feito em prol da homenagem e divulgação de Aristides de Sousa Mendes, natural de Cabanas de Viriato, concelho de Carregal do Sal, onde as professoras exercem a sua atividade docente e coordenam o referido projeto. O mote partiu do conceito “SER Consciência…” que tem despoletado várias ações na comunidade educativa e civil.

Esta iniciativa representa mais um motivo de orgulho e honra, para o Agrupamento e para a equipa, o reconhecimento do trabalho pedagógico desenvolvido junto dos alunos e da comunidade, pois os ensinamentos e valores de Aristides Sousa Mendes são intemporais e cada vez mais prementes na atualidade.

Nas palavras do autor “As professoras Dores do Carmo e Josefa Reis dinamizam o Dever de Memória, uma iniciativa que recorda e celebra Aristides de Sousa Mendes e a sua intervenção em Bordéus em 1940 quando entregou milhares de vistos a refugiados que procuravam abandonar a França em desespero.

As primeiras iniciativas foram desenvolvidas no Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal - concelho onde se integra a freguesia de Cabanas de Viriato, local de nascimento de Sousa Mendes - há pouco menos de uma década, mas rapidamente cresceu raízes em todo o país e mesmo no estrangeiro.

É para sabermos um pouco mais sobre o "Dever de Memória" e os seus projectos que conversámos com ambas as professoras.”

 

                                                                             Texto de Dores do Carmo e Josefa Reis


Link do Podcast : "Dever de Memória"


 

O dia 24 de março de 2021 ficará registado na história do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, pela atribuição, por parte da ANQEP (Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional IP), do Selo de Conformidade Europeia EQAVET, por um período de 3 anos, alicerçado numa Avaliação efetuada por Peritos Externos, na qual a Escola Secundária demonstrou em todos os critérios avaliados, um grau de alinhamento Consolidado ou Avançado com o Quadro EQAVET.

Parabéns a toda a Comunidade Escolar e aos nossos Stakeholders Internos e Externos.

Estamos juntos na construção de uma Escola de Qualidade na área da Educação e Formação Profissionais.

O futuro é já amanhã. Continuamos unidos no trilho de um Ensino Profissional de qualidade.

 

De acordo com o nº2, do Artigo 5º, do Despacho Normativo nº10-A/2021, de 22 de março, “As inscrições para a realização dos exames finais nacionais e das provas de equivalência à frequência dos ensino básico e secundário, são efetuadas através da plataforma de inscrição electrónica em provas e exames, disponível em :

https:// jnepiepe.dge.mec.pt.

 


AVISO: PRAZO DE INSCRIÇÃO PARA EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO

Guia Plataforma de InscriçãoEletrónica em Provas e Exames - PIEPE

Perguntas Frequentes : PIEPE - Inscrições

Pedido de atribuição de senha

Clique AQUI para aceder a toda a informão sobre os Exames 2020/2021 no AECS


 

Os alunos que necessitem de esclarecimento sobre o PIEPE devem contactar, preferencialmente, a escola de inscrição

 

segunda, 22 março 2021 11:39

19 de março é o dia do PAI

A tradição manda que seja entregue uma prenda ao pai para o homenagear. As crianças costumam oferecer prendas simbólicas, como trabalhos manuais, músicas e poemas que fazem na escola.

Em E@D também podemos preparar surpresas agradáveis e doces.

Preparámos os materiais, com antecedência, para realizar uma receita por videoconferência ZOOM e na aula de Cidadania e Desenvolvimento.

Comprámos 2 pacotes de suavidade (natas), uma lata de doçura (leite condensado) e juntámos 4 doses de acidez (sumo de 4 limas).

Colocámo-nos ao trabalhode acordo com as instruções dadas pela professora, o apoio das mães (que ainda estão em casa) e os resultados são visíveis em 11 a 12 minutos.

Sim, o tempo realização é adequado à nossa idade. És meu PAI há, sensivelmente,11 ou 12 anos.

Por fim enfeitámos a nosso gosto e fizemos acontecer.

Pai, sabemos que a sobremesa vai fazer mais doce o teu dia e também estamos a aprender que a acidez é necessária para ficarmos mais fortes.

Obrigada PAI e BOM APETITE

 FELIZ DIA do PAI a todos os PAIS do AECS

 

                                                                                                                        6.ºB

Hoje é a vez dos alunos do 2° e 3° ciclos regressarem às aulas!
Apesar das saudades dos amigos, dos abraços e das brincadeiras, não vamos esquecer a importância de mantermos contactos seguro


 

quarta, 17 março 2021 15:28

Voltar à escola em contexto de pandemia

Voltar à escola em contexto de pandemia, traz desafios e obriga a cuidados reforçados.


 

 

 

quarta, 17 março 2021 15:08

Regresso às aulas depois do confinamento

O plano de desconfinamento prevê três datas para um regresso faseado às aulas. Só no final de abril é que toda a atividade escolar estará totalmente retomada. Até lá vamos manter todos os cuidados!

 


 

Pág. 1 de 78