Links_top

  •  


        

     

    Horário dos Serviços Administrativos
      08h30 - 16h30  

     
     
     
     
segunda, 08 março 2021 15:07

Dia Internacional da Mulher

Classifique este item
(0 votos)

Comemora-se hoje o Dia Internacional da Mulher, neste dia refletimos sobre as disparidades ainda existentes entre homens e mulheres no mercado de trabalho. 

A CITE (Comissão para Igualdade no Trabalho e no Emprego) lembra que a igualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho é determinante para se atingir justiça social, crescimento económico e desenvolvimento sustentável.
De acordo com os dados estatístcos do Instituto Europeu para a Igualdade de Género (EIGE),em 2018,em Portugal existiam 51,1% de homens empregados e 48,9% de mulheres empregadas. Os dados de 2019 revelam que as taxas de desemprego e o trabalho precário são maiores nas mulheres do que nos homens e na União Europeia as mulheres ganham, em média, menos 16€ por hora comparativamente aos homens.
 O EIGE refere que o equilíbrio de género em educação, emprego e salários contribui para enfrentar os desafios do envelhecimento demográfico na Europa e que a aplicação de medidas ativas para a igualdade de género podem aumentar em 80% a percentagem de emprego até 2050.  
Na base destas diferenças estão, ainda em larga medida, as representações sociais generalizadas e socialmente valorizadas acerca dos homens e das mulheres contribuem para ideias tradicionais sobre o que as mulheres e homens podem fazer, contribuindo para uma divisão de tarefas estereotipada.
Segundo o Instituto Europeu para a Igualdade de Género (EIGE), 86% dos homens preferem trabalhos bem remunerados na área das ciências, tecnologia, engenharia e matemática e 73% dos trabalhos no ensino e nas áreas sociais são ocupados por mulheres.
 
Neste contexto a CITE afirma que "não existem profissões exclusivamente para homens e para mulheres", de forma a reforçar a importância das competências individuais na seleção e integração no mercado de trabalho.
  "As profissões não têm sexo, as profissões são para pessoas."  
 
Todos somos livres de desenvolver as nossas capacidades pessoais e de fazer as nossas opções independentes dos papéis atribuídos a homens e mulheres.
Ler 129 vezes

Mídia