Oferta formativa 2019/2020

  • Clique para saber mais...

  • Clique para saber mais...

  • Clique para saber mais...

Acolhimento do grupo “Journey on the road to freedom” na EBASM

Foi uma atividade que encheu o coração de todos os participantes a receção na Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, em Cabanas de Viriato, no dia 4 de julho, do grupo de cerca de 30 visitantes, uma organização da Sousa Mendes Foundation, liderada por Olivia Mattis e por Mariana Abrantes, representante do nosso país, numa viagem iniciada em Bordéus e com passagem em locais como Bayone e Hendaye que, em 1940, no contexto da 2ª guerra mundial, onde passaram os refugiados que receberam vistos de Aristides de Sousa Mendes, com o objetivo de homenagear este cônsul português. O itinerário desta viagem integrou, ainda, algumas cidades que acolheram familiares destes visitantes, como Porto, Figueira da Foz, Coimbra, Sintra e Lisboa.

Este programa incluía, também, algumas professoras de várias nacionalidades, francesa, americana, canadiana e de Portugal as Professoras Dores Fernandes e Josefa Reis, que coordenam a par o referido projeto "Dever de Memória" no Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, participação que teve como objetivo proporcionar a oportunidade de partilha das experiências de ensino da temática do holocausto e projetos e boas práticas educativas.

O grupo, no suprareferido dia, contactou com familiares de Aristides de Sousa Mendes e, após a visita ao cemitério e à Casa do Passal, foram recebidos na Câmara Municipal. Já de tarde, na Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, puderam participar num programa organizado pela equipa do Projeto UNESCO "Dever de Memória - Jovens pelos Direitos Humanos", do qual constaram as visitas ao "Tributo Aristides Sousa Mendes - 50 anos de memórias" e ao "Memorial- 65 anos de memória", este último constituído pelas pranchas do livro “Aristides de Sousa Mendes, herói do holocausto”, da autoria de José Ruy. Seguiu-se a leitura expressiva, pelos alunos de 5º D, sob a coordenação da Professora Elisa Morais, acompanhada de uns acordes de viola pelos Professores José Eduardo e José Manuel Carvalho, de poemas do livro “O cônsul português em rimas de acentos humanitários” e a apresentação de um texto, criado e declamado pelos alunos do 5º A, sob o mote "Põe a tua terra nos píncaros", o qual enaltece o ato deste humanista, sob a orientação da Professora de Português Célia Cortez, tendo como fundo um curto filme sobre a vida de Aristides de Sousa Mendes, realizado pela Professora Josefa Reis. Este programa integrou, ainda, um debate com questões colocadas ao Dr. António Moncada Sousa Mendes, neto deste “Justo entre as Nações” e autor do livro “Aristides de Sousa Mendes – memórias de um neto”

Digno de nota, é o facto de o grupo integrar um portador de visto emitido pelo Cônsul, Henri Dyner, que aos 3 anos de idade fez esta viagem com a família, e três descendentes de refugiados, nomeadamente Michele Koven, Cookie Fischer eOlivia Mattis, os quais partilharam com a plateia as histórias dramáticas e emocionantes das suas famílias. Henri Dyner, dirigindo-se especialmente aos alunos, começou por dizer que era um privilégio estar ali e reforçou a motivação da viagem, partilhada anteriormente com o grupo, dizendo que a mesma serviu: " Para reconectar com um passado distante e com uma fase muito importante da minha vida. Aquele momento foi provavelmente uma das coisas mais importantes da minha vida. Fizemos esta viagem na Europa na hora certa, para conseguir salvar minha vida (e de apenas alguns dos meus familiares). E por fim, mas não menos importante, fazemos esta viagem agora para recordar Aristides de Sousa Mendes, este ser humano notável, justo e íntegro que, através do seu sacrifício, dedicação e bravura, salvou tantas pessoas, incluindo a nossa família. O seu exemplo se destaca mais do que nunca, quando vemos um renascimento do nacionalismo e aumento do racismo e fanatismo sem vergonha.”

O êxito da iniciativa ficou a dever-se mais uma vez, à arte do bem receber do Agrupamento e da Escola Básica Aristides de Sousa Mendes. A equipa UNESCO, através da coordenadora Dores do Carmo, expressou a gratidão ao Diretor do Agrupamento e a todos os que colaboraram na atividade – a coordenação do estabelecimento, os assistentes operacionais envolvidos na logística, os professores e alunos convidados a cooperar no programa, pelo seu empenho e brio. Agradeceu ainda a todos os que contribuíram de forma voluntária, embelezando e adoçando o momento de convívio no final.

A todos, expressou um profundo bem-haja.

 

Texto: Dores Fernandes e Josefa Reis

Fotos: Josefa Reis

Ler 145 vezes
sexta, 19 julho 2019 10:33 In Notícias AECS