Oferta formativa 2018/2019

  • Clique para saber mais...

  • Clique para saber mais...

Comemoração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

    O Agrupamento de Escolas, através do Projeto UNESCO “Dever de Memória – Jovens pelos Direitos Humanos”, assinalou, mais uma vez, o Dia Internacional Dos Direitos do Homem. Esta atividade pretendia sensibilizar para a necessidade de respeitar os direitos de todos os seres humanos em qualquer região do mundo, no aniversário dos 70 anos da Declaração Universal.
    Assim, na Biblioteca da Escola Secundária e no corrimão das escadas de acesso a este espaço, a partir de dia 10 de dezembro, a comunidade escolar pôde observar um cordão de mãos, cada uma contendo um dos 30 direitos, que pretendia mostrar a imperiosa necessidade de darmos as mãos para a criação de um mundo mais humanizado. Este foi o resultado de um trabalho colaborativo, levado a cabo pelos alunos de 3º ciclo, sob a orientação dos Diretores de Turma na hora de atendimento, realizado numa perspetiva de Cidadania e Desenvolvimento, com o objetivo de refletir sobre esta temática e alertar consciências.
   Em parceria com as Nações Unidas, a Fundação Gabarrón, fundada pelo célebre artista espanhol Cristobal Gabarron, promoveu o Concurso Internacional de Arte para jovens, dos 10 aos 14 anos, denominado Kids4humanrights, que visava celebrar o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, no qual participaram os alunos do 3ª ciclo e do Curso CEF - Operador de Fotografia do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, no âmbito na disciplina de Educação Visual, desafiados e orientados pelas docentes Isabel Várzeas e Josefa Reis, ilustrando direitos e desenhando personalidades de referência na sua defesa. 
    Dos trabalhos elaborados resultou, não só a participação dos alunos no referido concurso, como a elaboração de calendários temáticos do ano 2019, organizados graficamente pela docente Josefa Reis. As imagens ilustrativas dos direitos, tiveram em vista os domínios específicos das disciplinas de Educação Visual e de Artes Visuais, em articulação com os objetivos da atividade, e uma maior abrangência no seio da comunidade educativa local, dado que os alunos, autores do desenho, quiseram adquiri-los, pois revelaram-se um elemento gráfico muito bem conseguido.
 
   Esta iniciativa, ao envolver vários agentes educativos, comprova que o trabalho cooperativo na Escola é o caminho para as boas práticas e para o sucesso educativo, no sentido mais amplo da formação integral dos nossos alunos em quem depositamos a esperança para a construção de um mundo melhor. A todos os intervenientes, um Bem-haja.                                                    
               
A Equipa, Dores Fernandes e Josefa Reis
 
Ler 117 vezes
quinta, 27 dezembro 2018 14:40 In Notícias AECS