Oferta formativa 2017/2018

  • Clique para saber mais...

Visita de estudo a Lisboa dos Alunos dos Cursos Profissionais do 12.º Ano

No dia 17 de novembro os alunos dos Cursos Profissionais de Técnico de Turismo Ambiental e Rural e de Gestão de Equipamentos Informáticos, acompanhados dos docentes das disciplinas de Português, História da Cultura e das Artes, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Inglês, Turismo e Técnicas de gestão, Eletrónica Fundamental e Sistemas Digitais de Arquitetura de Computadores, realizaram uma visita de estudo a Lisboa, com os objetivos essenciais de consolidar conhecimentos e relacionar as aprendizagens teóricas com a realidade. 

O grupo foi acolhido, no Rossio, por um guia que orientou o Itinerário Pessoano, levando-o a calcorrear as ruas da Baixa Lisboeta a fim de conhecer vários locais emblemáticos da vida de Fernando Pessoa. Os estudantes não resistiram à tentação de tirar foto junto da sua estátua no Café “A Brasileira”, onde entraram para apreciar os quadros que revestem as paredes deste espaço, local de encontro e de tertúlias dos intelectuais contemporâneos de Fernando Pessoa.

Após o almoço, o grupo de alunos do Curso de Turismo Ambiental e Rural explorou o Museu de Arte Contemporânea, no Chiado, no qual tiveram oportunidade de observar, guiados pelo técnico do serviço educativo, pinturas e esculturas das várias correntes artísticas, do séc. XIX a meados do séc. XX. Ainda tiveram tempo para percorrer a Baixa Pombalina até à Praça do Comércio, tendo em vista a observação das arrojadas e modernas soluções urbanísticas na reconstrução da cidade, após o terramoto de 1755.

Entretanto, também da parte da tarde, os alunos do curso de Gestão de Equipamentos Informáticos visitaram a Central Tejo, atual Museu de Eletricidade, o que lhes propiciou o  contacto com o património industrial daquela antiga central termoelétrica. Começaram por ser informados acerca do historial do edifício, após o que visitaram uma caldeira. Puderam ainda participar em jogos e atividades relacionadas com a energia elétrica e fizeram experiências de pôr, literalmente, os cabelos em pé.

Assim, pode considerar-se que o balanço da iniciativa é francamente positivo não só pelo manancial de informação obtida mas também pelo convívio saudável entre alunos e professores. Saliente-se igualmente a experiência enriquecedora e o alargamento dos horizontes culturais dos intervenientes. Aos professores organizadores queremos expressar a nossa enorme gratidão.

 

Alunos dos Cursos Profissionais de Turismo Ambiental e Rural e de Equipamentos Informáticos

Ler 44 vezes
segunda, 04 dezembro 2017 11:09 In Notícias AECS