Oferta formativa 2017/2018

  • Clique para saber mais...

“Caminho da liberdade II”

No dia 29 de junho, o nosso Agrupamento acolheu pela segunda vez, na Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, de Cabanas de Viriato, no âmbito do Projeto UNESCO, os visitantes do programa “Journey on the road to freedom”, promovido pela Sousa Mendes Foundation e com o empenhado envolvimento, em Portugal, da Dra. Mariana Abrantes.

O grupo, constituído por alguns judeus de várias nacionalidades e descendentes dos muitos que receberam vistos do cônsul de Cabanas (excetuando Lissy, a senhora mais velha do grupo com memórias vividas desse tempo), encontrava-se a percorrer o caminho trilhado pelos seus antepassados, a quem o nosso país abriu portas para a vida e para a liberdade, aquando da 2ª Guerra Mundial e das perseguições nazis.

Após a visita do grupo ao cemitério e à Casa do Passal, onde prestaram homenagem a Aristides de Sousa Mendes e foi realizada a sua receção pelas entidades locais (Câmara Municipal e Fundação ASM, entre outros), os visitantes foram recebidos na EscolaBásica Aristides de Sousa Mendes. Num programa organizado pela equipa UNESCO tiveram oportunidade de ouvir uma apresentação bilingue, pela equipa do projeto (Dores Fernandes, Helena Romão e Josefa Reis) sobre o trabalho desenvolvido enquanto membro da Rede de Escolas Associadas da UNESCO, à qual pertence o nosso Agrupamento, uma breve biografia de ASM e outra sobre o “Tributo Aristides de Sousa Mendes”, edificado no espaço exterior da Escola em 2004, e recentemente restaurado com o envolvimento dos alunos do 8ºD e do 9ºD da Escola, sob a orientação da Professora Josefa Reis.

Foram agraciados, com a leitura expressiva, também bilingue, de poemas e um momento musical, com o apoio da colega Júlia Abrantes, que terminou com a canção tradicional judaica “Shalom”, por alunos do 9º D e 8º D e, ainda, algumas lembranças, como um flyer relativo ao referido “Tributo” e um simbólico passaporte (ideia e autoria de Josefa Reis), adotado, no âmbito do projeto UNESCO do Agrupamento, como certificado de presença neste local de memória e de tributo ao cônsul.Foi-lhes, ainda, oferecido um pequeno lanche e tiveram algum tempo para adquirir artigos emblemáticos do projeto, como bolos, sabonetes e a revista anual que resume as atividades desenvolvidas durante todo o ano letivo. Por fim, visitaram o “Tributo” e criaram um mural, em azulejo, atividade artística que se tornou habitual na receção dos grupos na Escola, no âmbito deste projeto e que se denomina "Mural da Consciência", uma  forma de registo de mensagens.

O feedback do grupo foi muito positivo, emoção e gratidão foram sentimentos replicados no desenrolar da atividade. Não podemos deixar de manifestar a nossa gratidão a todos os que colaboram para o seu êxito, destacando-se a Coordenadora e a Subcoordenadora do Estabelecimento, os Assistentes Operacionais, incansáveis na decoração da Escola e no acolhimento dos visitantes, e a Direção do Agrupamento.

 

A Equipa UNESCO

Ler 141 vezes
quarta, 04 outubro 2017 09:05 In Notícias AECS

Mídia