Oferta formativa 2017/2018

  • Clique para saber mais...

  • Clique para saber mais...

"Experimento.... logo aprendo" na Escola Secundária de Carregal do Sal

     Nos passados dias 16 e 19, a Escola Secundária de Carregal do Sal teve a honra de acolher a atividade “Experimento…Logo Aprendo” organizada pelos alunos do 12º ano da disciplina de Física. Esta atividade contou com a participação de pequenos cientistas do 4º ano da Escola Básica Aristides de Sousa Mendes e da Escola Básica Nuno Álvares para quem a atividade estava destinada.
 
     Em primeiro lugar este projeto tinha como grandes objetivos o desenvolvimento científico dos alunos e o gosto pela investigação, o desenvolvimento do pensamento crítico, dedutivo e criativo dos alunos e ainda o despertar do gosto pelas ciências nos alunos. Assim sendo, o grupo de alunos de alunos do 12º ano de física, que depois pode contar com a preciosa ajuda de alguns elementos da turma A do 11º ano, pesquisou e preparou aproximadamente 30 experiências que estavam divididas em 3 grandes grupos/salas: a sala escura, uma sala de química e uma sala de física.
 
      A sala escura continha maioritariamente experiências relacionadas com a luz, ótica e movimento de corpos, tais como a bola de plasma e a dispersão da luz além de outras cerca de 10 atividades. Esta sala contava com a ajuda dos alunos Ricardo Andrade, Juliana Assis, Maria Inês Bonifácio e André Pinto, que prepararam e escolheram também as experiências que lá se encontravam. Por outro lado, na sala de física, encontravam-se os alunos João Melo, João Henriques, Beatriz Carvalho e Sofia Matias prontos a incentivar os pequenos cientistas a porem a “mão na massa” em experiências como a Gosma, a Esferovite Louca e a pasta de dentes de elefante. No total a sala estava preparada com cerca de 10 experiências que envolviam também algumas experiências químicas e ilusões óticas. Por fim, na sala de química constavam 9 experiências que foram preparadas pelos alunos Tiago Sousa, Diogo Loureiro, Ana Rita Andrade e Bárbara Costa, entre as quais se encontravam o típico vulcão explosivo, uma das experiências que mais fascinaram os alunos do 4º ano, o Génio da Garrafa e a Cola Mágica. Os alunos puderam ainda visitar a sala dos reagentes e tomar consciência das principais regras de segurança dos laboratórios. 
 
     “Sempre fui apologista deste tipo de atividades, que tiram os alunos da sala de aula e os levam para o terreno, neste caso os laboratórios, e a ciência é uma ótima razão para o fazer, já que esta é uma área que a todos eles cativa.” Conta-nos Diogo Loureiro, um dos alunos do 12º que esteve presente na organização e na realização do evento. De facto, estamos submersos num sistema educativo que cada vez mais corta a liberdade de uma aprendizagem mais didática e mais interativa onde os próprios alunos aprendem experimentando. Por isso, esperamos que iniciativas como estas, que têm o seu principal pilar na partilha do conhecimento e o incentivo à descoberta e à investigação se tornem uma prática comum na escola à qual pertencemos e que esta sirva de exemplo a outras comunidades escolares.
 
     Por último, é de frisar novamente que todas as experiências apresentadas foram previamente e cuidadosamente organizadas pelos alunos que prepararam esta atividade e que, por outro lado, todas as crianças abandonaram a Escola Secundária de Carregal do Sal com um sorriso rasgado na cara, com aprendizagens de diversas áreas e com a certeza de que não se iriam esquecer daquele dia facilmente.
 
     Um agradecimento final e especial, por parte de toda a equipa que teve a honra de organizar este evento aos alunos Luís Borges, Clara Marques, Inês Pina e Diana Figueiredo por terem colaborado para o sucesso deste. Ainda um muito obrigada à professora Paula Cruz por nos transmitir o seu gosto pelas ciências, principalmente pela física e por nos impulsionar a querer transmitir também o nosso conhecimento e gosto pelas ciências aos mais novos esperando que, como nós cresçam motivados, dedicados e apaixonados pela descoberta do mundo que os rodeia, tornando-se jovens interessantes, proativos e distintos. É um verdadeiro prazer poder inspirar e servir de exemplo a futuros brilhantes alunos e cidadãos. 
Ana Rita Andrade 12º A
 
     "É muito gratificante quando se tem alunos empenhados, dedicados, interessados pela ciência e que o querem transmitir a alunos mais novos.  É de frisar que estes alunos dedicaram bastantes horas livres pessoais para poder preparar da melhor maneira as várias experiências que foram apresentadas aos alunos do 4º ano de escolaridade. Por isso, é de louvar a vontade e a proatividade destes estudantes visto que toda a atividade, desde a sua criação, ao seu planeamento, à sua realização foi feita de forma independente por eles."
Professora Paula Cruz, orientadora do projeto.
 
Ler 191 vezes
sexta, 26 maio 2017 14:56 In Notícias AECS