Oferta formativa 2017/2018

  • Clique para saber mais...

  • Clique para saber mais...

Alunos de Espanhol do AECS à descoberta da cidade de Barcelona!

No dia 1 de março, por volta das 20 horas, os alunos da disciplina de Espanhol dos 7º, 8º, 9º, 10º e 11º anos do nosso Agrupamento, num total de 79 alunos, partiram rumo a uma aventura inesquecível… a descoberta da cidade de Barcelona! Com uma longa viagem de autocarro pela frente, rumo à capital da Catalunha, a visita iniciou-se com a concentração de todos os participantes junto à Escola Secundária de Carregal do Sal. Após o cumprimento de algumas formalidades, o autocarro prosseguiu viagem de acordo com o horário estipulado. A animação foi uma constante durante quase todo o percurso (apesar de a certa altura o cansaço nos ter vencido).

À chegada a Barcelona, uma cidade cosmopolita repleta de arte, cultura e beleza, por volta das 11:00 horas, o grupo dirigiu-se ao castelo de Montjuic, símbolo da repressão e da luta da cidade catalã em diversas fases da história. A paisagem é arrebatora e ninguém ficou indiferente. De seguida, visitou-se o miradouro de Alcalde, onde se desfrutou da vista panorâmica de 180º para o mar e para os edifícios mais emblemáticos de Barcelona. Após o almoço, o grupo pôde apreciar a arte catalã através da visita ao Museu Nacional de Arte de Catalunha, com sede no Palácio Nacional situado na colina de Montjuïc. Este Museu abarca um amplo período histórico, desde o românico até meados do século XX. No final da tarde, rumou-se ao hotel, situado na periferia de Barcelona, mesmo em frente ao mar.

No dia seguinte, segundo dia em Barcelona, o grupo visitou o Parque Güell, na parte alta da cidade, um dos mais impressionantes projetos do arquiteto Antoni Gaudí, tendo sido declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 1984. O parque é repleto de passagens estreitas e sinuosas, de árvores e arbustos e ainda esculturas e mosaicos de cerâmica colorida. O grupo deslumbrou-se com a famosa fonte da salamandra (este animal é o símbolo de Barcelona e da Alquimia) toda decorada com cerâmica colorida, com a sala Hipóstila, o bonito sistema de pontes, o viaduto das Gardineiras e o viaduto do Algarrobo cujo parapeito imita uma onda (uma grande fonte de inspiração para Gaudí era o oceano) e de onde se tem uma vista maravilhosa da cidade. Mesmo na entrada principal do parque ficam duas casas, uma em frente à outra que parecem saídas de um conto de fadas. Em seguida,o grupodeslocou-se até ao Estádio Camp Nou, sede oficial do Futebol Clube de Barcelona, o terceiro maior estádio de futebol do mundo com capacidade para 110 mil pessoas. Aqui os ânimos elevaram-se e a maioria dos alunos regalou a vista durante o passeio no estádio e museu do Barcelona FC.

Após o almoço, visitamos o monumento mais emblemático da cidade, a Basílica da Sagrada Família, a obra inacabada de Gaudí, acompanhados por guias que detalhadamente explicaram cada pormenor da basílica. O interior da catedral é inspirado nas formas da natureza o que faz parecer aos visitantes que estão a passear por uma exuberante floresta de pedra. Fabulosa!Antes do regresso ao hotel, o grupo ainda assistiu ao espetáculo luminoso da Fonte Mágica de Montjuic, a maior fonte ornamental de Barcelona. Ficamos maravilhados com a espetacular exibição de cores, luzes, movimento, música e águas acrobáticas. Foi, sem dúvida, um momento de pura magia!

No sábado, último dia da visita de estudo, o grupo dirigiu-se ao centro da cidade de Barcelona para iniciar um percurso a pé pelo Passeio de Grácia, uma das mais famosas ruas de Barcelona. Possui impressionantes edifícios “modernistas”, lojas fascinantes tais como Prada, Gucci, Burberry, Dolce e Gabanna, entre outras, que enchem os olhos mesmo que não se tenha intenção de comprar nada…e restaurantes de excelente qualidade. Dscobrimos a “Manzana de la Discordia”, que compreende três das mais famosas composições arquitetónicas do modernismo catalão, projetadas por arquitetos rivais que produziram obras completamente distintas em estilo: a Casa Lleó Morera de Domènech i Montaner, a Casa Amatller, de Puig i Cadafalch e a Casa Batló de Antoni Gaudí, um edifício diferente de qualquer outro, com uma temática fascinante (inspirada na vida marinha). A alguns metros, a La Pedrera ou Casa Milá, um edifício com aspeto mais austero, também de Antoni Gaudí. Caminhámos até ao ponto mais central de Barcelona, a Praça da Catalunha, onde há fontes, esculturas e espaços verdes. A visita ao Palácio da Música Catalã foi o ponto de paragem seguinte. Este edifício foi projetado pelo arquiteto Domènech i Montaner e construído no início do século XX, sendo considerado uma pérola arquitetónica do modernismo catalão e classificado como Património Mundial da Humanidade. Ninguém conseguiu ficar indiferente a esta fantástica obra-prima da Arte Nova de Barcelona! De seguida, descemos as célebres Ramblas, onde visitámos o Mercado da Boqueria, um mercado de frutas, vegetais, especiarias, carnes, peixes, queijos e um sem fim de alimentos típicos da Catalunha e ainda produtos importados de outros países. Retomámos o passeio pelas Ramblas, uma enorme avenida apinhada de animação com pessoas a desfilar, onde assistimos a um desfile de grupos de percursão. Passámos pelo Mosaico de Miró e, para conhecer a antiga Barcelona, entrámos pelas ruas estreitas e escuras do Bairro Gótico para explorar fachadas de palácios e igrejas, uma espécie de viagem no tempo e de uma história de mais de 2 mil anos… Praça Real, espaço bonito e sossegado, ideal para uma breve paragem, Praça S. Jaume, calle del Bispo, até à Catedral de Barcelona, monumento grandioso que caracteriza bem a arquitetura gótica catalã. Tivemos ainda a sorte de ouvir uma orquestra a tocar frente à Catedral. Após horas a fio de uma longa caminhada, que começou cedo pela manhã no Passeio de Grácia, fomos, finalmente, jantar na marina de Barcelona – Port Vell, um local excelente para terminar em grande a nossa visita catalã. Por entre cafés, gelatarias e restaurantes com iguarias deliciosas, ainda deu tempo para vermos os grandes barcos e iates de Port Vell antes de voltarmos ao autocarro atravessando a Rambla del Mar até ao Monumento a Cristóvão Colombo.

Às 22:00 horas iniciamos a viagem de regresso a Portugal. Chegámos a Carregal do Sal no domingo, dia 05 de março, pelas 10:00 horas. Apesar de extremamente cansados, com uma enorme satisfação por termos visitado uma cidade realmente versátil e por termos partilhado momentos únicos que ficarão eternamente guardados nas memórias de cada um… Assim, as metas inicialmente delineadas, privilegiando o contacto com a língua e cultura catalã, foram alcançadas e a visita revelou ser uma experiência deveras enriquecedora para todos, sem exceção.

Acompanharam os discentes nesta aventura as professoras Dina Linhares, Maria João Marques, Ana Couto, Anabela Batista, Celina Madeira, Cristina Sousa e a psicóloga do Agrupamento Alexandra Gaudêncio.

Todos os alunos revelaram grande sentido de responsabilidade e uma adequada postura nas visitas realizadas bem como um espírito de entreajuda e camaradagem em todos os momentos.

 

Dina Linhares

Ler 354 vezes
sexta, 10 março 2017 10:24 In Notícias AECS