Links_top

  •   

      

     
quinta, 12 dezembro 2013 15:25

Declaração Universal dos Direitos Humanos no A.E.C.S

Comemoração da Declaração Universal dos Direitos Humanos no A.E.C.S
 
No dia 10 de dezembro, na biblioteca da Escola Sede, o momento musical (violinos) dinamizado por alunas, do Ensino Integrado do Conservatório, do 9º A e a distribuição de marcadores de livros pelo 12º B, contendo os direitos humanos, abriram a exposição subordinada a esta temática. A referida exposição poderá ser visitada até ao final do período.
Na parte da tarde deste primeiro dia, foi apresentado, no mesmo espaço, uma dramatização de um texto de Luther King por um aluno do 9º B. Ao longo da semana dinamizar-se-ão outras iniciativas, tais como a projeção de documentário e filmes relativos à temática: “Aristides de Sousa Mendes – o cônsul injustiçado”, “ O Pianista”, “ A lista de Shindler” e “ O rapaz do pijama às riscas”.
Esta iniciativa insere-se no projeto, Dever de Memória – Jovens pelos Direitos Humanos, dinamizado pelo Departamento de Ciências Sociais e Humanas, com a colaboração do CEF de Fotografia, que foi apresentado, este ano letivo, para candidatura à rede de Escolas Associadas da UNESCO. Os referidos alunos de CEF realizaram calendários com imagens ilustrativas dos direitos do homem.
Na Escola Básica Nº 2 e na Escola Aristides de Sousa Mendes desenvolveram-se também atividades no âmbito desta comemoração. 
Assim, na Escola Básica Nº 2 está a decorrer uma exposição de trabalhos dos alunos relativa a Direitos Humanos com a sinalética associada ao trânsito.
Na Escola Aristides de Sousa Mendes o 9º E procedeu à leitura expressiva do conto “O Homem que ficou sem sono…” de José Jorge Letria, acompanhada de projeção ilustrativa do mesmo (em ppt) à turma de 4º Ano.
No intervalo, no átrio desta mesma escola, as alunas, também do 9º E, dinamizaram um momento de canções alusivas aos Direitos Humanos e ao Natal, com acompanhamento da Profª Júlia Abrantes e distribuição de marcadores de livros em Português e Inglês, elaborados pela mesma turma, bem como de material doado pela AI Portugal.
 
Dores Fernandes e Helena Romão
 
Ler 2479 vezes